quarta-feira, 22 de julho de 2015

Governo Federal reconhece estado de emergência em 152 cidades do PI

Decreto de emergência por conta da estiagem tem validade 180 dias. Municípios do Piauí terão maior auxílio para enfrentar os efeitos das seca

O
Diário Oficial da União desta terça-feira (21) publicou a portaria que reconhece a situação de emergência por conta da estiagem decretada pelo Governo do Piauí em 152 municípios. A publicação atende o decreto de emergência assinado pelo governador Wellington Dias no dia 25 de junho e tem validade de 180 dias.
De acordo com o secretário estadual de Defesa Civil, Hélio Isaias, o reconhecimento da situação de emergência deve beneficiar milhares de agricultores familiares das regiões atingidas pela estiagem, pois eles terão o acesso a programas federais como o Garantia Safra facilitado. Além disso, amplia-se também possibilidade de linhas de crédito junto aos bancos públicos.

As zonas urbanas das cidades atingidas pela seca que estão com dificuldade para o abastecimento irão receber água potável através da operação carro-pipa e as regiões onde a situação é mais grave, como São Raimundo Nonato e Pedro II, devem receber adutoras de engate rápido.

“Nos últimos anos o Piauí vem sofrendo com a irregularidade das chuvas. Isso está dificultando o abastecimento, inclusive, nas zonas urbanas. Estamos trabalhando para atender todo o estado com água potável. As zonas rurais das cidades que enfrentam a estiagem já são abastecidas com carros-pipa do Exército e as zonas urbanas passarão a ser atendidas pela Devesa Civil”, disse Hélio Isaias.

Nove municípios da região de São Raimundo Nonato dependem da barragem Petrônio Portella para o abastecimento. O reservatório está com apenas 12% de sua capacidade e a água, em razão do baixo nível e do elevado teor de sal, não tem qualidade para o consumo humano. Cerca de 110 mil pessoas sofrem os efeitos da estiagem na região.



Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...