sexta-feira, 24 de julho de 2015

PF prende operadores de esquema que desviou R$ 3 bilhões

Operação Porto Victoria investiga uma organização criminosa especializada em evasão de divisas e lavagem de dinheiro
A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira a segunda fase da Operação Porto Victoria, que prendeu em junho deste ano o ex-vice-presidente do Banco do Brasil Allan Simões Toledo, hoje no Banco Banif, e outras onze pessoas. A ação investiga uma organização criminosa internacional especializada em evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Suspeita-se que o grupo tenha lavado 3 bilhões de reais em três anos de atuação. Nesta sexta foram presos dois dos principais operadores do esquema. Uma pessoa ainda está foragida.

As investigações da PF descobriram uma nova modalidade de evasão de divisas, por meio da simulação de fretes marítimos. Segundo a PF, a organização criminosa abriu empresas e contas bancárias em Hong Kong que eram abastecidas com remessas de dinheiro disfarçadas com o uso de documentos falsos. A quadrilha também falsificava conhecimentos de embarques marítimos apenas para justificar a remessa de valores do Brasil ao exterior e tinha ajuda de bancários para fazer tais transações.

De acordo com a Polícia Federal, os presos nessa segunda fase conseguiram evadir do Brasil 120 milhões de reais em apenas um ano. Os investigados responderão pelos crimes de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa, na medida de suas participações.


Fonte: JL/Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...