quarta-feira, 22 de julho de 2015

Professor Amaral diz que alunos premiados do Piauí são 'exemplos'

Nove alunos de cinco municípios piauienses receberam medalha de ouro. Professor e três alunos, de Cocal dos Alves, recebem homenagem

Os nove alunos piauienses que foram medalhistas de ouro na 10ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) desembarcaram na tarde terça-feira (21) no Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina. Os alunos fazem parte do grupo, de cinco municípios diferentes, que receberam a premiação durante cerimônia de entrega de medalhas e homenagens que aconteceu nessa segunda-feira (20), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Os alunos são dos municípios de Cocal dos Alves, Capitão de Campos, Piripiri, Lagoa Alegre e Teresina. Eles estavam acompanhados pelo professor Antônio Cardoso do Amaral, que leciona na Escola de Ensino Médio Augustinho Brandão, na cidade de Cocal dos Alves, e foi um dos 10 professores homenageados em razão da primeira década de realização da OBMEP.

A escola a que ele representa foi a que teve o melhor desempenho do concurso em todo o Brasil, com três medalhas de ouro. Ele contou que a dedicação dos alunos, somado ao esforço dos professores, foi o diferencial para os resultados. Para ele, o que tem dado tudo certo é o trabalho em equipe "com bastante esforço e luta".

"Eles são exemplos e tentamos ter um grupo muito grande (de estudantes premiados) para que eles motivem outros alunos, de outras escolas, para que participem desta competição que, para Cocal dos Alves, abriu todas as portas e resolveu problemas que nós tínhamos", contou.

No Piauí, alunos de 22 escolas foram homenageados. Dentre eles, nove alunos receberam medalhas de ouro, 17 ficaram com medalhas de prata e 67 ganharam medalhas de bronze. Além de dezenas de menções honrosas. Professor Amaral contou ainda que a sensação é de estar no caminho, mas não de dever cumprido.

"A gente pretende dar sequência, ter mais apoio para o nosso trabalho e envolver mais meninos. Queremos que lá no futuro, eles tenham aquilo que eventualmente não teriam passado, caso não tivessem passado por essa competição que, simula situações reais da vida", contou o professor.

Dentre os medalhistas de ouro está José Márcio Machado de Brito, de 19 anos, da cidade de Cocal dos Alves. Craque na prova, ele já recebeu medalha de ouro em seis competições diferentes na Olimpíada. Ele contou ao G1 que desde o quinto ano do ensino fundamental vem recebendo as premiações e sendo preparado pelo professor Amaral. Hoje, José Márcio é aluno de Matemática na Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

"É gratificante porque mostra que todo o nosso esforço valeu a pena. O resultado tem relação a vários pontos e um deles é o incentivo dos professores e a preparação a que eles nos colocam. Desde o quinto ano que participo dessas atividades da escola. Quando chegamos no ensino médio, já estamos bem mais preparados para ter um bom desempenho na faculdade", contou.


Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...