terça-feira, 22 de setembro de 2015

Carteiras de Identidade devem ser atualizadas a cada 10 anos

Pessoas podem enfrentar problemas com o documento muito antigo.
Para fazer a atualização basta procurar o Instituto de Identificação. 



Possuir o Registro Geral (RG) muito antigo pode gerar aborrecimentos para quem vai viajar ou resolver negócios em bancos. Apesar da Lei brasileira não estipular prazo de validade para o documento, muitos órgãos passaram a exigir a atualização a cada 10 anos. O objetivo principal é evitar fraudes.

A empresária Socorro Sobreira enfrentou problemas devido a identidade estar bastante antiga. Ela tentou fazer uma transação bancária, mas acabou não conseguindo devido a situação do documento.

"Disseram que a minha identidade estava ilegível e que eu tinha que tirar uma identidade nova, uma segunda via que tivesse todas as informações, porque a minha, por ser muito antiga, não tinha o CPF junto e estava realmente ilegível porque já era bem velhinha", falou a empresária.

De acordo com Ticiana Rego, responsável por viagens internacionais de uma agência de viagens de Teresina, muitas pessoas já enfrentaram problemas em outros países por andar com o documento antigo. Ela dá orientações para que as pessoas evitem esse tipo de situação.

"O RG tem que estar em bom estado de conservação, uma validade mínima de 10 anos contando da data de expedição, não pode ter rasuras e a foto tem que ser colorida. Esses são os principais pontos que são obrigatórias para viagens internacionais. A gente pode ter problemas sérios desde o constrangimento até mesmo o cancelamento do embarque", explicou.

Além de quase todos os aeroportos, as agências bancárias, os cartórios e o INSS passaram a exigir a documentação atualizada. A cobrança é ainda mais rigorosa em outros países e por isso quem pretende viajar para longe de casa precisa ficar atento para não ter problemas.

O diretor do Instituto de Identificação do Piauí, Marcus Pinheiro, falou sobre a importância da renovação do documento e orientou quando o cidadão deve fazer a atualização.

"Se esse documento tem alguma parte deteriorada e até mesmo a foto envelhecida que não traduz mais a característica individual da pessoa, aí sim se faz necessário a segunda via que alguns órgãos exigem, porque já perdeu a capacidade daquele documento de identificar o cidadão ou a cidadã", explicou.


Para renovar a identidade basta procurar o Instituto de Identificação levando os principais documentos, além do número da identidade anterior, duas fotos recentes e comprovante de endereço.


Do G1 PI 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...