segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Cocal dos Alves será Cidade Digital, anuncia senadora Regina Sousa


Durante audiência pública na Comissão de Educação do Senado, para debater a inclusão digital dos jovens que moram nas cidades do interior do Brasil, o secretário de Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia, Eron Bezerra, disse que – atendendo a pedido da senadora Regina Sousa – transformará Cocal dos Alves, município do Piauí, em uma cidade digital.

Durante o debate, a senadora Regina Sousa destacou que tem recebido inúmeros pedidos, principalmente dos moradores das cidades menores, para que a internet ofertada nessas regiões tenha melhor qualidade. E citou o exemplo de Cocal dos Alves: "Cocal dos Alves, município dos alunos medalhistas nas Olimpíadas de Matemática, merece como prêmio ter acesso à Internet de qualidade. Imagine o que esses meninos e meninas poderiam fazer com o conhecimento existente na rede mundial de computadores", destacou Regina Sousa aos participantes da audiência pública.

O secretário Eron Bezerra se comprometeu a instalar uma cidade digital em Cocal dos Alves, para atender pleito da senadora e premiar os alunos campeões das Olimpíadas de Matemática. Ele explicou que além do acesso à internet, o projeto da Cidade Digital prevê a interligação de órgãos e instituições do governo com organizações públicas locais para aumentar a eficiência administrativa especialmente na área social.

O convênio com o Ministério da Ciência e Tecnologia para transformar um município em cidade digital inclui a implantação de rede de fibra ótica, torres de comunicação e pontos públicos com tecnologia wi-fi. Por meio do Projeto Cidade Digital, também é possível levar a tecnologia para as comunidades rurais, oferecendo internet gratuita para todos.


Fonte: Acesse Piauí





Desde o ano de 2014, um grupo de profissionais de varias áreas de atuação no estado, deu vida a Rede PENSE PIAUÍ. Uma iniciativa que visa promover a discussão de ideias e sugestões sobre vários segmentos, entre eles a educação. E foi nesse clima, que na ultima sexta-feira, dia 4, a caravana visitou a escola estadual Agostinho Brandão, no município de Cocal dos Alves, região norte do estado.
Na ocasião, o grupo conheceu de perto os trabalhos e projetos desenvolvidos pela escola que desponta nacionalmente através dos resultados conquistadas nas ultimas Olimpíadas de Matemática e de Astronomia no Brasil, e ainda, é também desta mesma escola pública que saiu o vencedor do programa Soletrando 2011 e 2015, Izael Araujo.
O Serviço Social da Indústria (SESI), por meio da escola Integrada Dep. Moraes Souza, foi convidada a participar da visitação, com o objetivo de apresentar o projeto de robótica desenvolvido pelos alunos do ensino medio no município de Parnaiba. A comitiva era formada por 7 alunos, acompanhado pelos professores Assis Sousa e Valquiria Lopes.
Para a técnica da área de educação do SESi-PI, Marcia Fernandes, foi um momento de troca; “ Podemos observar que mesmo com poucos recursos, as pessoas amam e vivem a educação, e mais, querem mudar a realidade de um lugar que vive sem muitas perspectivas”, concluiu.
Após a reunião, onde foram pontuadas as maiores dificuldades enfrentadas por aquela unidade de ensino, algumas ações ficaram definidas, como a oferta de oficinas de projetos de robóticas pela UESPI, oficinas do projeto JEEP do Sebrae para alunos na área do empreendedorismo, doação de mil livros por uma editora de São Paulo, além da aquisição de kits para os primeiros passos das aulas de robótica.
A caravana Pense Piaui teve como coordenador o desembargador Carlos Augusto Brandão, acompanhado do neurocirurgião Benjamim Vale e do professor da UFPI, Pedro Alcântara. Fazia parte da caravana, o grupo do PPSJ, de Parnaiba, com mais de 10 pessoas.
Em entrevista, Brandão declarou que é importante estruturar as lideranças no estado e reproduzir os bons exemplos. “Pessoas como a diretora Aurilene Brito e o professor Amaral, conseguiram formar um grande time de campeões e a sociedade deve ajudar na intervenção de ações de auxiliem nesse processo de transformação por meio da educação”, ressaltou lembrando que atualmente já são mais de 600 profissionais envolvidos na Rede Pense Piaui.

Por Monica Pessoa – Ascom Fiepi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...