sábado, 12 de setembro de 2015

Dilma homenageia alunos e professores de Cocal dos Alves, no Piauí

Para Dilma, escola mostra ser possível existir ensino de qualidade no interior. Presidente participou nesta sexta do evento 'Dialoga Brasil' em Teresina

 
Em evento realizado em uma casa de shows em Teresina, a presidente Dilma Rousseff homenageou nesta sexta-feira (11) os alunos e professores da escola Agostinho Brandão, de Cocal dos Alves, interior do Piauí. A instituição é uma recordista em medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática (Obmep) e teve o melhor desempenho do país no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre as instituições que atendem as famílias mais pobres.


“A força da transformação deixa claro que é possível sim ter um escola de qualidade do interior do estado. Sem os professores, não se consegue essa grande realização”, disse no início do seu discurso.

Após cumprir agenda em Paulistana, no Sul do Piauí, Dilma chegou por volta das 15h em Teresina para divulgar o portal Dialoga Brasil. Lançado em julho pela presidente em Brasília, o Dialoga é um site por meio do qual o governo federal permite o envio de críticas e sugestões pela população sobre os programas conduzidos pelo país. Desde o lançamento, Dilma passou a viajar semanalmente para divulgar a página e já passou por diversas capitais.

Antes da presidente, o secretario executivo do Ministério da Educação (MEC), Luiz Claudio Costa, já havia dito que a escola Agostinho Brandão era a melhor unidade de ensino pública do Brasil.

“É muito significativo que o Piauí tenha essas medalhas. Eu queria homenagear os responsáveis por isso. Eles são, sem sombra de dúvida, as famílias dos alunos, mas sem professores não se consegue essa grande realização”, disse Dilma citando os nomes da diretora da escola, Aurilene Vieira, e do professor Antônio Amaral.

Bençãos de Exú
Na capital do Piauí, a presidente foi saudada com bênçãos por vários integrantes do candomblé, Umbanda e Macumba. “Demos bênçãos de Exú para a nossa presidente para que ele abra os caminhos e ajude a resolver os problemas do país. Também entregamos a ela um pedido para que vote o plano nacional a contra a intolerância religiosa, pois sofremos muito com isso. Nossas religiões são discriminadas e esquecidas pelos governos”, afirmou a mão de santo Yatyllyssa, do estado de Roraima, uma das participantes do Seminário dos Povos dos Terreiros, evento que está ocorrendo em Teresina até do dia 15 de setembro.

Transnordestina
Mais cedo, a presidente visitou as obras dos lotes 6 e 7 da ferrovia Transnordestina na cidade de Paulistana, sul do Piauí. Foi a primeira vez que Dilma visita as obras no trecho da ferrovia que passa pelo estado.

A previsão do governo é de que depois de pronta a Transnordestina transporte até 30 milhões de toneladas por ano, com destaque para minério de ferro e soja.

A ferrovia começou a ser construída em junho de 2006, no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e deveria ter ficado pronta quatro anos depois, ao final do mandato. De acordo com o governo federal, o projeto prevê 1.753 quilômetros de ferrovia, beneficiando 81 municípios – 19 no Piauí, 28 no Ceará e 34 em Pernambuco.





Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...