sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Hungria ergue nova cerca, agora na fronteira com a Croácia

O primeiro-ministro afirmou que a cerca será concluída ainda nesta sexta-feira ao longo faixa de 41 quilômetros da fronteira. Croácia segue recebendo fluxos de imigrantes
A Hungria começou durante a noite a construção de uma cerca na fronteira com a Croácia para conter o fluxo de refugiados, e enviou centenas de soldados e policiais para o local, disse o primeiro-ministro Viktor Orban a uma rádio pública nesta sexta-feira. O país, que se tornou rota de trânsito para mais de 180.000 refugiados neste ano, construiu uma cerca de 3,5 metros de altura na fronteira com a Sérvia e implementou uma série de leis para diminuir a imigração. As ações húngaras de restrição direcionaram o fluxo de imigrantes para Croácia e Eslovênia nesta semana.

Orban afirmou que a cerca será concluída ainda nesta sexta-feira ao longo faixa de 41 quilômetros onde a fronteira entre os dois países não é definida por um rio. "Devemos implementar as mesmas medidas usadas na fronteira entre Sérvia e Hungria", disse Orban, acrescentando que neste momento 600 soldados trabalhavam na cerca, mais 500 seriam enviados nesta sexta-feira e 700 mais no fim de semana.

A polícia da Hungria, que faz parte da zona de Schengen, em que não há controle de fronteiras entre países membros da União Europeia (UE), informou que 500 imigrantes foram detidos após cruzarem da Croácia para o sul do país na quinta-feira.

Chegadas - O fechamento feito pelo governo da Croácia de sete passagens fronteiriças com a Sérvia não deteve nesta sexta o fluxo dos refugiados que continuam chegando ao território croata por campos e caminhos fora dos postos oficiais. Em Tovarnik, cidade fronteiriça croata pela qual entraram a grande maioria dos 13.300 refugiados que já estão no país, recebeu nesta manhã 2.000 pessoas que chegaram durante a noite passada, segundo a agência de notícias croata Hina. A polícia dirige grupos de refugiados à estação de trens em Tovarnik, de onde eles são levados de forma organizada a diferentes centros de apoio na Croácia.


Fonte: JL/Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...