quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Padre é afastado em Campo Grande suspeito de engravidar adolescente

Comunicado foi emitido nesta terça, pela Arquidiocese de Campo Grande.
Padre não comentou afastamento. Delegacia especializada investiga caso.

Gabriela PavãoDo G1 MS com informações da TV Morena
Padre é afastado em Campo Grande suspeito de engravidar adolescente (Foto: Reprodução/TV Morena)

A Arquidiocese de Campo Grande afastou, nesta terça-feira (29), o padre Jocerlei José Tavares da paróquia Santa Rita de Cássia, por suspeita de envolvimento amoroso com uma adolescente de 16 anos, que está grávida. O comunicado assinado pelo arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, foi divulgado nesta manhã pela Arquidiocese.

O G1 entrou em contato com o padre Jocerlei. Por mensagem de texto, ele não comentou o afastamento e pediu que a reportagem falasse com o jurídico da Arquidiocese. O setor informou que a posição da instituição está no comunicado já divulgado (leia na íntegra abaixo).

A instituição informou que o padre está em viagem fora de Mato Grosso do Sul e teria se comprometido a prestar esclarecimentos assim que retornasse. A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) investiga o caso.

Segundo a publicação, o padre vai prestar esclarecimentos à polícia, além de oferecer assistência à adolescente e ao bebê. Ainda conforme o comunicado, ele era membro da Província Nossa Senhora Conquistadora dos Padres e Irmãos Palotinos de Santa Maria (RS) e até então exercia funções de vigário paroquial da Paróquia Santa Rica de Cássia, na capital de Mato Grosso do Sul, ecônomo da Arquidiocese e secretário executivo do regional oeste 1 da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil).

Leia nota na íntegra:

A Arquidiocese de Campo Grande – MS e a Província Nossa Senhora Conquistadora dos Padres e Irmãos Palotinos de Santa Maria – RS, cumprem o doloroso dever de comunicar que o Pe. Jocerlei José Tavares, membro da referida Província, que até então exercia as funções de Vigário Paroquial da Paróquia Santa Rita de Cássia, em Campo Grande – MS, Ecônomo da Arquidiocese e Secretário Executivo do Regional Oeste 1 da CNBB, se envolveu afetivamente com uma jovem, que está grávida. O Arcebispo Metropolitano de Campo Grande e o Superior Provincial, Pe. Edgar Ertl, SAC, só tiveram conhecimento dos fatos nos últimos dias.

O Pe. Jocerlei foi, então, afastado do exercício público do ministério, e irá prestar esclarecimentos à autoridade policial competente, e deverá prestar toda assistência à jovem e ao bebê. A Província Palotina, à qual o referido sacerdote pertence, já está tomando as providências cabíveis do ponto de vista canônico.

Que Nossa Senhora da Abadia interceda pela jovem envolvida e seus familiares, pelo Pe. Jocerlei, pela Sociedade do Apostolado Católico (Congregação Palotina), por nossa Arquidiocese e por toda a nossa Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...