domingo, 4 de outubro de 2015

Nova tragédia na cidade do Madeiro: quatro pessoas degoladas enquanto dormiam

Segundo as primeiras investigações da polícia e informações de pessoas da cidade, o crime pode ter sido passional
As quatro vítimas estendidas no "terreiro" da casa. O homem, próximo à porta de entrada. Uma mulher próximo à casa de palha, outra próxima à cerca e uma terceira estendida no meio do pátio

Na madrugada deste domingo (04), quatro pessoas foram degoladas enquanto dormiam no Município do Madeiro, a 230 km de Teresina, capital do Piauí, por voltas das 05h, no povoado Pote Seco.

Um homem Manoel Lenir, conhecido também por "Lenilson",penetrou às escondidas na residência de um senhor conhecido na cidade como Zé Neguim e com uma faca degolou as vítimas, entre elas a ex-mulher, uma nora, uma cunhada e um desconhecido. As vítimas foram Maria Franca e as mulheres Teresa e Caçula. O desconhecido também assassinado morava na cidade de Esperantina, mas não teve o nome revelado. Estava de passagem pela localidade.

Segundo as primeiras investigações da polícia e informações de pessoas da cidade, o crime pode ter sido passional. Uma das vítimas estava separada do assassino e, inconformado com a separação, que envolvia, inclusive, a perda de uma motocicleta para a ex-mulher, Manoel Lenir terrminou cometendo a tragédia.
O sargento Divino, que hoje comanda a Companhia de Polícia Militar para toda a região na cidade de Luzilândia, empreendeu as primeiras diligências e procura o assassino, que refugiou-se possivelmente para o vizinho Estado do Maranhão. A cidade do Madeiro fica à margem direita do Rio Parnaíba, que divide o Piauí do Maranhão, o que facilitou a fuga (com informações da PM).

Outra tragédia
Em 24 de setembro de 2014, um intenso tiroteio na cidade causou a morte de Raimundo Nonato da Silva, 43, e de um assaltante. Raimundo Nonato da Silva tinha saído da sua casa, em Santa Quitéria, no Maranhão, onde reside, e foi para sua fazenda, em Madeiro.

Raimundo Nonato chegou à cancela de sua propriedade e foi abordado por dois assaltantes, que estavam em uma moto e anunciaram o assalto. Raimundo Nonato reagiu ao assalto e houve um intenso tiroteio, que resultou na morte do fazendeiro, atingido por cinco tiros no peito. Ele conseguiu também atingir o assaltante, que morreu com um tiro no peito e outro no abdômen, e ainda teve o pescoço cortado. Raimundo baleou também o outro assaltante, que conseguiu fugir pela mata.

O CORDÃO DE OURO
Segundo a mãe do fazendeiro, ele carregava um cordão de ouro no pescoço avaliado em R$ 40 mil reais. Ela disse que o cordão pode ter despertado a cobiça dos bandidos. O fazendeiro tinha adquirido o cordão de ouro trabalhando em um garimpo do Pará. Após conseguir as pepitas de ouro, mandou fazer o cordão que chamava a atenção de todos.

População sem segurança
A Segurança Pública na cidade de Luzilândia e região é vergonhosa. Durante quase um mês a segurança é feita pelo sargento Divino e mais uma soldada e um soldado, que têm que cobrir os municípios de Luzilândia, Madeiro, Joca Marques, Joaquim Pires e Matias Olímpio.

Só existe um delegado civil para cobrir toda a região. Segundo informações obtidas na Companhia de Polícia Militar neste domingo (04), a delegacia de Luzilândia responde pelas demais delegacias da região e somente funciona de segunda a sexta-feira , mas sem regime de plantão.

Para investigar qualquer crime, o sargento Divino aciona a Guarda Municipal de Luzilândia para ficar "tomando conta" da Companhia enquanto ocorrem as diligências, como foi o caso deste domingo para o deslocamento para a cidade do Madeiro., que ficou sob o "comando" do guarda municipal Michel.


Fonte: JL/Ivo Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...