quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Manifestações contra impeachment acontecem em 23 cidades

O manifesto, chamado de Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Democracia, também é contra o ajuste fiscal e a favor da cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara dos Deputados

Com o apoio aberto do Partido dos Trabalhadores, o ato promovido por movimentos sociais, centrais sindicais e organizações como a União Nacional dos Estudantes (UNE) é previsto para ser realizado em todas as capitais brasileiras, no período vespertino.

Ao contrário do que ocorreu no domingo, onde a todo momento se via manifestantes com latas e garrafas de cerveja, no ato desta quarta-feira é raro ver alguém com uma bebida alcoólica. O preço da água também é menor, R$ 2 contra os R$3 cobrados no ato pelo impeachment.

A professora aposentada Eliane Rodrigues questiona o impeachment. "Pra quê isso em uma época dessas. Quem quer se expressar sua indignação deve se pronunciar através do voto", argumenta.

O início da marcha até a praça Sete teve início. Enquanto os manifestantes que seguiam na frente do protesto, junto com o principal carro de som, já havia dobrado a Timbiras é já chegava na avenida Afonso Pena ainda havia gente saindo da praça Afonso Arinos. A PM ainda não tem uma estimativa do número de participantes.

Protestos contra o impeachment de Dilma Rousseff e a favor da saída de Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados acontece em, pelo menos, 23 cidades.
Fonte: JL/OTempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...