sábado, 20 de fevereiro de 2016

Filho de oficial de justiça é morto por PM-PI durante briga em posto

Policial militar se apresentou à Corregedoria e assumiu autoria do crime. Segundo o delegado, discussão teria sido provocada por motivos banais

Vítima morreu com cinco tiros em posto de combustível (Foto: Reprodução/Facebook)
U
m jovem de 26 anos, identificado como Alan Lopes (foto), foi morto com cinco tiros durante briga em festa de paredão, por volta das 4h deste domingo (20), que acontecia no estacionamento do posto de combustível na Avenida João XXIII, Zona Leste de Teresina. Segundo o delegado Francisco Barêtta, titular da Delegacia de Homicídios, o principal suspeito seria um policial militar, que se apresentou à Corregedoria da PM e assumiu autoria do crime.
"A informação que temos é que este policial fazia a segurança do filho do prefeito de Avelino Lopes e por motivos banais atirou cinco vezes contra o filho de um oficial de justiça. Após o crime, o PM se apresentou espontaneamente no 5º  Batalhão Policial e foi encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar", informou.
O filho do prefeito de Avelino Lopes e o policial Igor Gabriel Oliveira de Araújo prestaram depoimento durante a madrugada na Central de Flagrantes. Barêtta criticou a utilização de postos de combustíveis para festas e indicou o delegado Danúbio Dias para investigar o caso.
"Estes locais estão servindo para noitadas, pontos de drogas, brigas e orgias. A prefeitura dá uma alvará, mais não fiscaliza", frisou.
Ao G1, o capitão Jean Charles, da Corregedoria da Polícia Militar, informou que vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias do crime e dependendo o policial pode responder processo administrativo. O suspeito será levado para o presídio militar.
A vítima era funcionário da Agespisa e morava no bairro Porenquanto, na Zona Norte de Teresina. O corpo do jovem encontra-se ainda no Instituto Médico Legal (IML).



Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...