sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Polícia apreende 200 celulares e empresário é detido com R$ 15 mil em operação

 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Wilson Filho \ Cidadeverde.com
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde
 

 

 

 
Fabiano Silva/TV Cidade Verde

A Polícia Civil já contabiliza mais de 200 apreensões de aparelhos e 30 pessoas conduzidas durante a Operação Graham Bel realizada na manhã desta sexta-feira (26) na praça da Bandeira, no Centro de Teresina, para coibir a venda ilegal de celulares. Entre os detidos para averiguação está um empresário do ramo de celular de Regeneração, que estava com R$ 15 mil.
Confira também
Vinte vendedores de celulares devem ser retirados da praça da Bandeira
Cerca de 70 camelôs têm celulares apreendidas por fiscais da SDU
SDU pede reforço à PM para retirar ambulantes da Praça da Bandeira
Jovem é presa com 30 pedras de crack na praça da Bandeira

Em entrevista à TV Cidade Verde, o empresário informou que sempre vem a Teresina para comprar peças de celulares e fazer a manutenção em alguns aparelhos. "Desde que esse shopping (da Cidade) foi feito, sempre venho consertar celular ai e comprar peças. Trago o dinheiro para fazer isso", disse.

Ele foi conduzido e as informações prestadas à polícia serão investigadas.

Depois de ouvir todos os conduzidos, os policiais irão individualizar os aparelhos e solicitar às operadoras o cadastro dos usuários para averiguar os dados. "Pedimos que as pessoas que foram vítimas de roubo e furto de celulares compareçam a partir da próxima semana na delegacia do 1º DP, munidos da nota fiscal, para virem se o seu aparelho está conosco, que será devolvido", destacou o delegado Willon Gomes.

O delegado disse ainda que se comprovado crime, o indiciamento é por receptação qualificada, que cabe prisão preventiva.

Matéria original

Uma operação foi realizada na Praça da Bandeira, no Centro de Teresina, para coibir a venda irregular de aparelhos celulares. Na ação, mais de 150 aparelhos foram apreendidos e 20 pessoas encaminhadas a delegacia para prestarem depoimentos.

A operação é uma parceira entre a Delegacia Geral, a Gerência Policiamento Metropolitano (GPM) e o 1º Distrito Policial (Centro).

De acordo com o delegado Flávio Rangel, titular do 1º DP, os produtos são frutos de roubo e furto. “Essas operações são realizadas de forma regular aqui na praça porque é um ponto que frequentemente é usado para a venda irregular de celulares que muitas vezes é fruto de roubo e furto”, declarou.

O delegado Rangel reforça que as pessoas que foram vítimas de assaltos compareçam ao 1º Distrito, munidos de notas fiscais dos aparelhos, para identificar se um dos telefones é seu e alerta: “as pessoas precisam entender que o furto, o roubo e outros crimes são alimentos para a o tráfico de drogas. Pessoas que compram produtos, sem nota fiscal, contribuem indiretamente para este crime e podem ser indiciados por receptação. Certamente, se não houvesse demanda não teríamos tantos casos de roubos a celulares”, declarou.

Flash de Carliene Carpaso
Redação Caroline Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...