terça-feira, 1 de março de 2016

Imóvel abandonado pela Seduc junta lixo e sujeira no Centro de Teresina

Espaço onde funcionou antiga Casa de Estudantes incomoda a vizinhança.
Lixo e mato propicia surgimento de focos do mosquito aedes aegypti.

Gerson MagalhãesInternauta, Teresina, PI
Acúmulo de lixo incomoda moradores e aumenta risco de doenças (Foto: Gustavo Almeida/G1)

O prédio onde funcionou uma casa de estudantes e o antigo Centro de Carteiras de Estudantes Piauienses (CCEP) está abandonado há quase 10 anos na rua Desembargador Freitas, no Centro de Teresina. A denúncia foi feita através da ferramenta de jornalismo colaborativo VC no G1 pelo internauta Gerson Magalhães. Segundo ele, o local possui bastante lixo e a sujeira e mau cheiro incomoda os vizinhos.
Teto deteriorado ameaça desabar a qualquer
momento (Foto: Gustavo Almeida/G1)

Gerson explicou que, após o abandono, o prédio virou local para usuários de drogas e a situação gerou bastante irritação para quem mora e trabalha próximo ao imóvel.

Ele informou ainda que depois de muitas cobranças para impedir o uso de entorpecentes no local, o governo apenas mandou tapar as portas e janelas do prédio com tijolos, no entanto não retirou a sujeira acumulada lá dentro.

"A quantidade de lixo que tem lá é muito grande. O quintal está cheio de mato e com certeza existem focos para proliferação do mosquito da dengue dentro do imóvel. O certo era eles terem limpado a parte interna e depois tampado as entradas. O que nós queremos é uma destinação adequada para aquele prédio", falou o internauta.
Local já abrigou estudantes que vinham do interior do estado (Foto: Gerson Magalhães/VC no G1)

Gerson afirma que trabalhou na antiga Casa dos Estudantes Piauienses que funcionou no local e lamenta a atual situação em que se encontra o prédio. Ainda conforme o internauta, o imóvel abandonado ameaça inclusive desabar, o que pode colocar em risco a vida de pedestres que passam pelo local.

"A fachada ameaça desabar a qualquer momento por conta de uma enorme rachadura, podendo ferir alguém que passa pela calçada. Aquele espaço poderia ser usado como biblioteca, voltar a abrigar os estudantes do interior que não tem condições financeiras de se manter em Teresina ou ser transformado em creche para os filhos das comerciárias que reclamam da necessidade de deixarem seus filhos em um lugar seguro", sugeriu.
Moradores dizem que espaço está abandonado há quase 10 anos (Foto: Gustavo Almeida/G1)

A reportagem do G1 foi até o local e confirmou a situação de total abandono do prédio. Com o teto completamente deteriorado e muito lixo, o espaço se torna ideal para a proliferação do mosquito aedes aegypti nesse período chuvoso. Outros moradores que não quiseram ter o nome revelado contam que a preocupação com o risco de doenças é constante.

Nota da redação: Procurada pela reportagem, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) informou que o prédio pertence ao estado e admitiu a situação de abandono em que se encontra o local. A Seduc disse ainda que não existe atualmente nenhum projeto de reforma ou ampliação do espaço.

Sobre a grande quantidade de lixo propícia ao surgimento de focos do mosquito aedes aegypti, a secretaria garantiu que uma equipe será enviada até a quarta-feira (2) para fazer a limpeza do local e evitar os transtornos causados à vizinhança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...