segunda-feira, 14 de março de 2016

Lula deve assumir a Casa Civil da presidência da República

Os protestos realizados neste domingo foram acompanhados com preocupação no Palácio do Planalto. Houve, inclusive, uma reunião para discutir como enfrentar mais este momento de pressão, que fragilizou ainda mais a autoridade da já abadada presidenta Dilma

O
ex-presidente Lula vai assumir, nesta semana, o cargo de ministro-chefe da Casa Civil da presidência da República, no lugar de Jaques Wagner, que irá para o Ministério da Justiça. É uma minirreforma administrativa articulada pelo PT e pela presidente Dilma para responder à pressão da oposição e das ruas, com as grandes manifestações feitas neste domingo (13). Lula já vem atuando como articulador do governo há algum tempo. Foi dele a ideia da substituição de José Eduardo Cardozo, na pasta da Justiça, para conter as ações midiáticas da Polícia Federal.

Lula na Casa Civil:  governabilidade

Os protestos realizados neste domingo foram acompanhados com preocupação no Palácio do Planalto. Houve, inclusive, uma reunião para discutir como enfrentar mais este momento de pressão, que fragilizou ainda mais a autoridade da já abadada presidenta Dilma. A ida do ex-presidente Lula para o núcleo negociador e articulador do governo, atuando na Casa Civil, tem um objetivo claro: conter a pressão pelo impeachment e  aumentar a sustentabilidade da presidenta no Congresso Nacional.
Com a nomeação de Lula, a presidenta Dilma também resolve o impasse criado com a saída de José Eduardo Cardozo do Ministério da Justiça. O nome indicado para a pasta, o do procurador do Ministério Público da Bhaia, Wellington César Lima e Silva, foi barrado por uma decisão judicial. A legislação prevê que integrantes do Ministério Público não podem exercer cargos no poder executivo . Assim, com a ida de Jaques Wagner para o Ministério da Justiça o problema estaria resolvido.
Com a minirreforma, o governo se renova e passa a articular melhor suas forças para resistir aos ataques da oposição, da mídia e de setores do judiciário. Uma das qualidades que fez o metalúrgico Lula chegar à presidência da República foi sua habilidade como negociador e articulador político.  Agora, num momento dramático para o governo, para o PT e para o próprio ex-presidente, toda esta habilidade sera colocada em xeque. Diante desse quadro fica a interrogação: "Lula, conseguindo salvar o mandato da presidenta Dilma, salva a própria carreira e se torna imbatível na eleição de 2018. Era isso que a oposição queria?"




Fonte: JL/Notícias Paraná

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...