sexta-feira, 4 de março de 2016

LULA: ‘Se Moro quisesse me ouvir, era só mandar um ofício’

Ex-presidente Lula se manifestou sobre a operação da Lava Jato deflagrada nesta sexta-feira pela Polícia Federal, após prestar depoimento no Aeroporto de Congonhas; "Acenderam em mim a chama de que a luta continua", disse, reunido com a militância no diretório do PT em São Paulo, de onde foi transmitida a coletiva pela internet
O ex-presidente Lula criticou o juiz Sérgio Moro ao se manifestar nesta sexta-feira 4 sobre a 24ª fase da operação Lava Jato deflagrada nesta sexta-feira 4 pela Polícia Federal. "Acenderam em mim a chama de que a luta continua", disse.

Lula enfatizou que sempre esteve à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos. "Se o juiz Moro, se o Ministério Público quisesse me ouvir, era só mandar um ofício", afirmou, após ser alvo de condução coercitiva e prestar depoimento à PF no aeroporto de Congonhas, zona sul da capital paulista.

Reunido com a militância no diretório do PT em São Paulo, em coletiva transmitida pela internet, Lula declarou ainda: "Não devo e não temo". Confira abaixo a íntegra do vídeo, publicado pela página do Jornalistas Livres no Facebook:
EXCLUSIVO! LULA CONVERSA COM AMIGOS E MILITANTES AGORA NO DIRETORIO NACIONAL DO PT

"Se eles quisessem me ouvir era so chamar que eu iria por que não devo e não temo (..) A pirotecnia e o show midiático estão valendo mais que qualquer coisa (...) Eles acenderam em mim a chama...a luta continua!"Lula falou com os militantes pouco antes de 14h e a equipe dos Jornalistas Livres tava  lá.      #nãovaitergolpe#golpistasnãopassarão#jornalistaslivres



Fonte: JL/247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...