sexta-feira, 8 de abril de 2016

Dilma entrega casas no Rio e volta a negar crime de responsabilidade

Presidente participou de evento do Minha Casa Minha Vida em Santa Cruz. Imóveis também foram entregues em MG, MA, MT e PA

A
presidente Dilma Rousseff voltou a afirmar na tarde desta sexta-feira (8) que não cometeu crime de responsabilidade, sugerindo que o pedido de impeachmente é uma tentativa de golpe. A declaração foi dada durante evento para entrega de mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. Também participaram do evento o vice-prefeito do Rio, Adilson Pires, o governador em exercício, Francisco Dornelles, o ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, e a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior.
"Dizem que o impeachment está na constituição. É verdade. Está lá escrito que é possível fazer o impeachment do presidente. Mas esquecem de completar 'desde que o presidente tenha cometido crime de responsabilidade'. Eu não cometi nenhum crime de responsabilidade. É por isso que o pessoal grita 'não vai ter golpe'", declarou a presidente.
Ela disse que quem defende o impeachment "são aquelas pessoas que querem pescar em águas turvas. O que é pescar em águas turvas? Se piorar, as pessoas acham que pode facilitar a vida delas e chegar ao poder não através do voto, mas através do golpe".
A presidente enfatizou que o seu governo fará todos os esforços para manter todos os programas sociais que desenvolve desde o governo Lula, dando muito destaque ao programa Minha Casa Minha Vida. Ela afirmou se tratar "do maior programa habitacional, proporcionalmente à nossa população, do mundo" e disse que "desde que Pedro Álvares Cabral chegou aqui, nunca houve programa nestas dimensões".
"Nada nesse mundo vai fazer com que a gente pare com esse programa. Não há nenhuma hipótese de nenhuma dificuldade financeira, nenhuma dificuldade pela qual o Brasil passe, de interromper esse programa. Nós temos os recursos reservados para o Minha Casa Minha Vida", garantiu.
A presidente acrescentou ainda que os defensores do impeachment são contrários aos programas sociais como o Minha Casa. "Quem pretende interromper o meu mandado é justamente aquele tipo de projeto que considera um erro do governo federal colocar recursos para fazer um programa como o Minha Casa Minha Vida", disse. "Ninguém aqui está fazendo nenhum milagre, nem nenhum benefício indevido. São os impostos que vocês pagam", concluiu.
Ainda nesta sexta, durante a manhã, Dilma afirmou que o país está com um clima de "quanto pior, melhor". "Hoje, no Brasil, tem um certo clima que não chamo de mau humor, chamo de 'quanto pior, melhor'. Acho que um clima de 'quanto pior, melhor', não interessa ao país, não interessa para a necessária estabilidade econômica e politica do país", disse a presidente. "Se nós somos capazes de fazer uma Olimpiadas, se nós somos capazes de fazer uma Paralimpíadas, nós somos capazes de fazer também o nosso país voltar a crescer."
Imóveis sorteados
Os conjuntos Mikonos e Santorini, do programa Minha Casa, Minha Vida, em Santa Cruz, têm, cada um, 500 unidades habitacionais compostas por sala, dois quartos, cozinha, banheiro é área de serviço. Os mil apartamentos foram sorteados pela prefeitura do Rio para famílias com renda de até R$ 1,6 mil mensais. De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação e Cidadania, cada família beneficiada pagará 5% de sua renda mensal pelo apartamento.
Ex-morador de rua
Um dos sorteados para os novos condomínios de Santa Cruz passou 20 dos seus 40 anos de vida morando nas ruas. Sebastião Luiz da Silva, conhecido pelo apelido de Tiãozinho, vivia em uma praça em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio. Ele foi inscrito no sorteio pelo Centro Municipal Especializado em Atendimento à População de Rua (Centro Pop) José Saramago, da secretaria municipal de Desenvolvimento Social (SMDS). Ele é o primeiro morador de rua beneficiado pelo Minha Casa Minha Vida no Rio.
"Isso mudou minha vida para sempre", afirmou Tiãozinho depois de confidenciar que nunca imaginou ter a sua própria casa. Ele disse que irá morar sozinho e repetiu, várias vezes, que se sente feliz. "Sorte é ter felicidade", afirmou ao ser questionado se atribui à sorte ter sido contemplado no sorteio.
Entregas simultâneas
Além do Rio de Janeiro, outros cinco municípios tiveram entrega do Programa Minha Casa, Minha Vida nesta sexta-feira (8). As inaugurações aconteceram em Belo Horizonte, Minas Gerais, Balsas, no Maranhão, Jaciara, no Mato Grosso, Canaã dos Carajás, no Pará, e em Tailândia, também no Pará.
De acordo com. Caixa Econômica Federal, ao todo foram entregues, simultaneamente, 4.452 moradias que irão beneficiar 17 mil pessoas.




Fonte: JL/Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...