quinta-feira, 28 de abril de 2016

Pai é preso por estuprar filhas e mãe teria se matado ao saber, diz delegado no PI

De acordo com o delegado, abusos aconteciam há pelo menos dois anos. Polícia achou carta de despedida da mãe que se matou ao saber dos crimes

Pai suspeito de estrupo é o preso (terceiro da esquerda para à direita) (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
U
m homem suspeito de estuprar as três filhas foi preso na quarta-feira (27) na cidade de Castelo do Piauí, Norte do estado. Segundo o delegado Renato Pinheiro, o pai já abusava as meninas que têm 4, 8 e 13 anos de idade, há pelo menos dois anos. Ainda conforme a polícia, assim que soube do crime em 2014, a mãe das crianças se matou, mas deixou uma carta de despedida explicando o que acontecia dentro casa.
“O homem mora na localidade Brasileira, zona rural da cidade de Castelo do Piauí. A mãe das crianças cometeu suicídio há dois anos, mas antes de morrer deixou uma carta explicando o motivo. O homem passou esse tempo todo estuprando as filhas e a mulher alegou na carta que não tinha mais forças para suportar a situação. É um caso horrível”, disse o delegado.
A polícia começou suas investigações após denúncia do Conselho Tutelar. Depois da prisão, as crianças ficaram aos cuidados de uma tia. "As filhas de 8 e 13 anos foram morar com uma tia após a morte da mãe e somente agora relataram o caso para a mulher que acionou o Conselho Tutelar. A denuncia foi feita, a polícia investigou e prendeu o homem. As meninas dizem que eram ameaças pelo pai e por isso a demora para resolver o caso", afirmou Renato.
O homem permanece na Delegacia de Castelo do Piauí e deverá ser transferido para o sistema prisional.
Outro caso
Na ação policial denominada ‘Meninas de Castelo’, os policiais também prenderam outro suspeito de estupro. A operação faz alusão ao caso de quatro adolescentes que foram brutalmente agredidas, estupradas e depois amarradas no dia 27 de maio do ano passado.

O delegado Renato Pinheiro disse que o segundo preso é suspeito de estuprar uma mulher na segunda-feira (25), em Castelo do Piauí. Populares encontraram a mulher despida e em estado de choque, após resistir às investidas e ser ameaçada com uma faca. “É um trabalho de investigação que fizemos incessantemente e logramos êxito”, explicou.
A Operação Meninas de Castelo acontece quase um ano depois do crime que chocou o Piauí, quando quatro adolescentes foram brutalmente agredidas e estupradas no município.



Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...