terça-feira, 3 de maio de 2016

Bispo da Igreja Universal é cotado para ser ministro da Ciência e Tecnologia de Temer

No governo Dilma, o PRB comandou o Ministério do Esporte até as vésperas da aprovação do impeachment na Câmara. O titular da pasta nessa fase era o pastor George Hilton

O
bispo licenciado da Igreja Universal Marcos Pereira é um dos fortes candidatos para chefiar o Ministério da Ciência e Tecnologia em um eventual governo do vice-presidente Michel Temer. Presidente nacional do PRB, o religioso já se reuniu com Temer no Palácio do Jaburu. A pasta foi oferecida ao partido esta semana, depois que as tentativas de uma negociação em cima da Agricultura e da Secretaria Especial de Portos frustraram.
Vale ressaltar que em 2012, por iniciativa do vereador Alfredo Santana (PRB), Marcos Pereira recebeu o título de Cidadão do Recife. O parlamentar justificou a iniciativa argumentando que o homenageado nunca se deteve diante das dificuldades da vida. “Filho de uma empregada doméstica e do patrão, foi entregue pela mãe para adoção. Ele acabou sendo criado pela avó materna adotiva. Aos 31 anos já era vice-presidente da TV Record e aos 40 é o presidente do PRB. Uma trajetória que não deixa dúvidas”, disse o vereador na época.
Pereira publicou em sua página na internet uma mensagem em que diz que seu partido “saiu da base de apoio do governo Dilma Rousseff e deixou o Ministério do Esporte em pleno ano de realização das Olimpíadas por entender que houve crime de responsabilidade e pela dificuldade de diálogo que a presidente e seus auxiliares mais próximos sempre impuseram aos aliados”.
No governo Dilma, o PRB comandou o Ministério do Esporte até as vésperas da aprovação do impeachment na Câmara. O titular da pasta nessa fase era o pastor George Hilton.
“Nossa esperança é a de que o novo governo [Temer] não cometa os mesmos erros deste que está prestes a se encerrar. Temos conosco a expectativa de, juntos, deixarmos um legado para o futuro. O Brasil pode contar com o PRB”, encerrou, ainda, na rede social.
Segundo a Folha de S. Paulo, as conversas com o PRB ocorrem em meio à tentativa de Temer de equacionar as demandas de partidos que lhe darão sustentação no Congresso e a ideia de reduzir o número de ministérios (hoje em 32), caso assuma o Planalto.



Fonte: JL/Jamildo Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...