quinta-feira, 5 de maio de 2016

Em protesto, estudantes invadem sede do governo do Piauí

Protesto aconteceu na manhã desta quinta-feira (5) em Teresina.
Docentes e técnicos da Uespi estão em greve desde o dia 18 de abril.

Cerca de 200 estudantes e professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira (5) em frente do Palácio de Karnak, no Centro de Teresina. Durante o ato, eles chegaram pular as grades, invadir o palácio do governo e com gritos de ordem cobravam melhorias na estrutura e mais segurança nos campi.

Os professores da Uespi estão em greve desde o dia 18 de abril, devido à falta de abertura de diálogo por parte do governo do estado para debater a campanha salarial. Segundo a organização do movimento #SOSUespi, 100% dos campi no interior do estado estão parados.
Estudante reclamou da falta de estrutura da Uespi
(Foto: Fernando Brito/G1)

"Estamos aqui para apoiar os professores que também estão junto conosco vendo a realidade de perto em relação aos problemas que vivemos dentro da universidade. Meu curso só tem um professor efetivo, já outros têm apenas dois professores. Isto só mostra o quão contraditório esse governo tem sido com a educação do estado. Precisamos de uma posição do governador ao sucateamento da Uespi e todos os setores", declarou a estudante Hithalla Kratza, de Picos.

Policiais militares foram acionados e retiraram os manifestantes de dentro do Palácio de Karnak e foram vaiados. Estudantes e professores continuaram em protesto na rua, enquanto representantes do movimento #SOSUespi foram chamados para uma reunião com o governo.

"Não tem como a gente se sentir representado com um governo que falta com o seu compromisso. Toda a categoria está indignada, é um sentimento de indignação profundo em todo o Piauí com o que tem sido feito com a gente. O governo resiste em conversar com a categoria. Por isso a ideia é que o governador ouça as nossas reivindicações", disse a professora Edna Moura.
Estudantes e professores cobraram melhorias na estrutura da Uespi (Foto: Fernando Brito/G1)

Estudantes dos campi de Teresina, Campo Maior, Oeiras, Floriano, Piripiri, Parnaíba, São Raimundo, Colônia do Piauí participam da manifestação. Após o fim da reunião, o governo prometeu marcar uma nova reunião para discutir o reajuste dos professores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...