quarta-feira, 8 de junho de 2016

CORRUPÇÃO Temer tem 15 ministros citados em investigações em diversos crimes

Dos 24 ministros do governo interino de Michel Temer, três foram mencionados na Operação Lava Jato, sete são alvo de outras investigações e outros cinco fazem parte dos dois grupos, tendo sido citados no esquema da Petrobras e em outras operações.

Dos 24 ministros do governo interino de Michel Temer, três foram mencionados na Operação Lava Jato, sete são alvo de outras investigações e outros cinco fazem parte dos dois grupos, tendo sido citados no esquema da Petrobras e em outras operações.

Dos ministros trocados, o único que era conhecidamente alvo de investigação é o senador Romero Jucá, que ficou 11 dias à frente da pasta do Planejamento. Formalmente investigado em inquérito da Lava Jato que corre no STF (Supremo Tribunal Federal), Jucá caiu depois que ele apareceu em áudios do ex-presidente da Trnanspetro Sérgio Machado falando em pacto para deter o avanço da operação.

Confira a lista de ministros citados:

Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) - Secretaria de Governo - citado na Lava Jato e em outras investigações

· Aparece citado em mensagens de Léo Pinheiro, dono da OAS. Geddel diz que as conversas não mostram irregularidades

José Serra (PSDB-SP) - Relações Exteriores - citado na Lava Jato e em outras investigações

· Foi listado em planilha de pagamentos da Odebrecht e é alvo de ação que questiona ajuda financeira a bancos pela gestão FHC. Não se manifestou

· Aparece em planilhas da Odebrecht de supostos financiamentos a políticos

Henrique Alves (PMDB-RN) - Turismo - citado na Lava Jato e em outras investigações

· É alvo de dois pedidos de inquérito na Lava Jato. Segundo a Procuradoria, atuou para receber verba desviada da Petrobras em troca de favores para OAS. Ele diz que todas as doações foram legais

Osmar Terra (PMDB-RS) - Desenvolvimento Social e Agrário - citado na Lava Jato e em outras investigações

· Aparece em planilhas da Odebrecht de supostos financiamentos a políticos

Raul Jungmann (PPS-PE) - Defesa - citado na Lava Jato e em outras investigações

· Aparece em planilhas da Odebrecht de supostos financiamentos a políticos

Bruno Araújo (PSDB-PE) - Cidades - citado na Lava Jato

· Foi listado em planilha de pagamentos da Odebrecht, mas nega irregularidades

Mendonça Filho (DEM-PE) - Educação - citado na Lava Jato

· Foi listado em planilha de pagamentos da Odebrecht, mas nega irregularidades

Ricardo Barros (PP-PR) - Saúde - citado na Lava Jato

· Aparece em planilhas da Odebrecht de supostos financiamentos a políticos

Blairo Maggi (PP-MT) - Agricultura, Pecuária e Abastecimento - citado em outras investigações

· Foi citado suposto esquema de lavagem de dinheiro investigado pela Polícia Federal em Mato Grosso

Dyogo Oliveira - Planejamento, Desenvolv. e Gestão - citado em outras investigações (Zelotes)

· Investigado por suposto esquema de vendas de medidas próvisórias e fraude fiscal

Eliseu Padilha (PMDB-RS) - Casa Civil - citado em outras investigações

· Aparece em mensagens de Léo Pinheiro, dono da OAS. Ele nega irregularidades

Helder Barbalho (PMDB-PA) - Integração Nacional - citado em outras investigações

· Foi alvo de ação de improbidade administrativa na Justiça Federal do Pará

Gilberto Kassab (PSD-SP) - Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - citado em outras investigações

· É alvo de duas ações por improbidade e de duas ações penais por fraude em licitação e ocultação de bens. Diz que sua atuação foi regular

Leonardo Picciani (PMDB-RJ) - Esporte - citado em outras investigações

· É alvo de uma representação por irregularidades na campanha de 2014. Diz que ação foi indeferida

Ronaldo Nogueira de Oliveira (PTB-RS) - Trabalho - citado em outras investigações

· Eleito deputado, teve reprovadas as contas referentes à campanha de 2014. Recorreu, e perdeu
Fonte: JL/247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...