quarta-feira, 8 de junho de 2016

REPERCUSSÃO Sarney sobre pedido de prisão: estou perplexo, indignado e revoltado

Ex-presidente José Sarney (PMDB) reagiu com indignação ao pedido de prisão dele feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por suposta tentativa de obstrução da operação Lava Jato

 O ex-presidente José Sarney reagiu com indignação ao pedido de prisão dele feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por suposta tentativa de obstrução da operação Lava Jato.

"Dediquei sessenta anos de vida pública ao País e à defesa do Estado de Direito. Julguei que tivesse o respeito de autoridades do porte do Procurador Geral da República. Jamais agi para obstruir a Justiça. Sempre a prestigiei e fortaleci. Prestei serviços ao País, o maior deles, conduzir a transição para a democracia e a elaboração da Constituição da República", disse o ex-presidente.

A PGR se baseou nas conversas gravadas por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, em que os caciques do PMDB fazem comentários sobre a Lava Jato. Sarney sugeria caminhos para construir pontes entre Sergio Machado e o ministro Teori Zavascki, que passariam pelo ex-ministro do STJ César Asfor Rocha (leia mais).

O ex-presidente e ex-senador lembra que "mesmo antes da nova Constituição" sancionou leis que beneficiaram o Ministério Público, como a criação da Ação Civil Pública. "O Brasil conhece a minha trajetória, o meu cuidado no trato da coisa pública, a minha verdadeira devoção à Justiça, sob a égide do Supremo Tribunal Federal", afirmou.

Leia na íntegra a nota de José Sarney:
"Estou perplexo, indignado e revoltado.

Dediquei sessenta anos de vida pública ao País e à defesa do Estado de Direito. Julguei que tivesse o respeito de autoridades do porte do Procurador Geral da República. Jamais agi para obstruir a Justiça. Sempre a prestigiei e fortaleci. Prestei serviços ao País, o maior deles, conduzir a transição para a democracia e a elaboração da Constituição da República.
Filho de magistrado e de membro do Ministério Público, mesmo antes da nova Constituição promovi e sancionei leis que o beneficiam, inclusive a criação da Ação Civil Pública e as mudanças que o fortalecem, sob a liderança do Ministro Sepúlveda Pertence, meu Procurador Geral e patrono do Ministério Público.

O Brasil conhece a minha trajetória, o meu cuidado no trato da coisa pública, a minha verdadeira devoção à Justiça, sob a égide do Supremo Tribunal Federal.

José Sarney"
Fonte: JL/247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...