segunda-feira, 11 de julho de 2016

Veja a grande mulher ao Ginásio Experimental Olímpico SARAH MENEZES: sonho ou realidade em Cocal- PI?

Em preparativo para sediar as Olimpíadas de 2016, a cidade do Rio de Janeiro já desfruta de parte do legado olímpico. Com base nos eixos metodológicos do Ginásio Carioca, o Ginásio Experimental Olímpico (GEO) já é uma realidade e une desenvolvimento acadêmico e esportivo para alunos do 6º ao 9º ano. Criado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal Educação, o programa tem como objetivo dar oportunidade para os alunos com aptidões esportivas desenvolverem seu potencial, sem abrir mão de uma educação de excelência.

Nos GEOs, além da rotina de treinos, com pelo menos duas horas de prática esportiva por dia, e da participação em diversas competições, os alunos têm mais aulas de Português, Matemática, Ciências e Inglês, aulas de reforço e a obrigatoriedade de tirar boas notas para continuar treinando. A excelência acadêmica, o apoio ao projeto de vida do aluno e a educação para valores são os principais eixos do projeto pedagógico dos GEOs. Para ingressar na escola, o aluno precisa fazer um teste de aptidão física.

A primeira escola do programa, em Santa Teresa, recebe o nome do ex-presidente do COI, Juan Antônio Samaranch, que faleceu em abril de 2010. A unidade começou a funcionar no início de 2012 e, com apenas três anos de criação, sagrou-se bicampeão do Intercolegial (2014 e 2015), sendo a primeira escola pública na história a conquistar a primeira colocação, desbancando colégios particulares de tradição na competição. A unidade também ficou em 2ª lugar nos Jogos Estudantis, novamente sendo a primeira escola pública a alcançar tal posição na história da competição. Em 2013, os Ginásios Olímpicos Dr. Sócrates, em Pedra de Guaratiba, e Félix Mielli Venerando, no Caju, começaram a funcionar. Em 2016 foi inaugurado GEO Nelson Prudêncio, na Ilha do Governador. Atualmente, mais de mil alunos são beneficiados pelas quatro unidades em funcionamento.

Nos quatro Ginásios Olímpicos as modalidades esportivas oferecidas são atletismo, tênis de mesa, vôlei, handebol, judô, xadrez, futsal, luta olímpica e badminton. Além destas modalidades, as unidades de Santa Teresa, Pedra de Guaratiba e Ilha do Governador, também oferecem natação, esta última unidade oferece também futebol. Para ingressar nessas escolas, o aluno precisa fazer um teste de aptidão física.
Além da rotina de treinos, com pelo menos duas horas diário de prática esportiva, e participação em diversas competições, os alunos têm mais aulas de Português, Matemática, Ciências e Inglês, aulas de reforço e a obrigatoriedade de tirar boas notas para continuar treinando. Além da excelência acadêmica, o apoio ao projeto de vida do aluno e a educação para valores também formam a base do projeto pedagógico destas unidades.

Várias prefeituras brasileiras começam a seguir este grandioso exemplo de investimento em capital humano, social e educacional, quem sabe surge por aqui um Ginásio Experimental Olímpico(GEO) Sarah Menezes, a judoca piauiense Campeão Olímpica em Londres 2012,seria uma inédita ,bela e justa homenagem a essa grandiosa atleta brasileira piauiense.Sonhar não custa nada, quem sabe pode virar realidade.
Sarah Menezes, ao fundo a Tower Bridge/rio Tamisa - Londres. 
Sarah Menezes- Campeã Olímpica em Londres 2012. 

“O Brasil tem sua primeira campeã olímpica no judô. Neste sábado, no primeiro dia da modalidade nos Jogos de Londres, Sarah Menezes superou a romena Alina Dumitru, campeã olímpica na categoria ligeira (até 48 kg) em Pequim, por um wazari e um yuko e garantiu seu ouro, o primeiro do País no evento britânico. Esta é a segunda medalha do judô feminino brasileiro, que havia obtido um bronze em Pequim com Ketleyn Quadros”. Allan Farina- Direto de Londres



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...