sábado, 3 de setembro de 2016

Irmãos disputam prefeitura no Piauí e relatam impasse na família

 Situação inusitada ocorre na corrida pela prefeitura em Socorro do Piauí. Irmãos dizem que se respeitam, mas admitem clima acirrado nesse período
 
A
pequena cidade de Socorro do Piauí, a 487 km de Teresina, tem uma peculiaridade na corrida pela prefeitura. Dois irmãos disputam o voto de 4.594 eleitores do município, que fica localizado no semiárido piauiense. José Antônio Coelho (PTB) tem 65 anos e é o filho mais velho de uma família de 13 irmãos. Ele disputa o cargo de prefeito com José Coelho Filho, o Zitim (PMDB), que tem 50 anos e é o mais novo dos irmãos.
O petebista já governou o município em quatro mandatos, enquanto o peemedebista tenta chegar ao poder pela primeira vez. Essa não é a primeira eleição em que ambos estão em lados opostos. No entanto, nunca haviam se enfrentado diretamente em uma disputa eleitoral. Em 2012, José Coelho Filho tentou se eleger e não conseguiu. Na ocasião, o irmão José Antônio apoiou o seu adversário na disputa.
O G1 conversou por telefone com os dois. Eles relataram a "situação complicada" na família e disseram que tentaram evitar a divisão. José Antônio disse que segue o projeto político que o pai [já falecido] defendia, mas que todos os outros irmãos se uniram para disputar politicamente contra ele. José Coelho Filho disse que a divisão se consolidou em 2012 quando disputou a prefeitura e o irmão apoiou o adversário.
"Essa divisão entre nós já vem de algumas eleições, não somente as municipais. O negócio é complicado, mas a gente se respeita. Eu estou defendendo uma causa de família, defendida por meu pai, mas meus 12 irmãos estão contra mim. Aqueles parentes que eu sei que votam nele eu nem passo na casa pedindo voto. Meus parentes é o povo", falou José Antônio.
"Nesse período o clima fica acirrado. Quer queira quer não, a família acaba ficando dividida. Nós fazemos uma campanha de alto nível e temos que evitar ataques e diminuir esse clima de acirramento. No futuro podemos estar unidos, pois em política não existe eterno adversário. Isso é coisa passageira e eu espero que um dia acabe", falou José Coelho Filho.
Ambos os candidatos ressaltaram que já houve tentativas de união política, mas as tratativas não evitaram o confronto em 2016. A mãe deles, que é idosa e não tem mais a obrigatoriedade do voto, acompanha a disputa entre o filho mais velho e o filho mais novo. José Antônio disse ao G1 que a matriarca votará em José Filho, mas o caçula deu uma versão diferente. "Já fizemos um acordo lá para que ela não vote em ninguém para não gerar discórdia", falou.
Apesar de terem suas preferências na disputa em Socorro do Piauí, nem todos os irmãos dos dois candidatos votam no município. Dos 12, uma minoria transferiu o título para as cidades de Paquetá e Ribeira do Piauí, onde alguns de seus filhos [sobrinhos de José Antônio e José Coelho Filho] tambem disputam a prefeitura municipal.
Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...