segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Ex-procurador-geral do Ministério Público do PI é preso por corrupção

Emir Martins Filho geriu o MP de novembro de 2004 a novembro de 2008.
Relatório apontou irregularidades na folha de pagamentos dos servidores. públicos

Do G1 PI
Operação realiza mandados de busca em residências dos investigados (Foto: Divulgação/PRF)

O ex-procurador-geral de Justiça do Piauí, Emir Martins Filho, foi preso na madrugada desta segunda-feira (24) em uma operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco),com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar. O ex-procurador está sendo investigado por peculato, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha ou bando.

Denominada Operação IL Capo, a ação é do próprio Ministério Público Estadual após relatório Processo de Controle Administrativo Lavrado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em 2010.

O relatório do CNMP apontou que auditoria realizada na folha de pagamentos dos servidores públicos do MP identificou desvio de dinheiro público no período de gestão do ex-procurador-geral de Justiça do Piauí.

Segundo a PRF, o ex-procurador estava sendo monitorado pelas equipes quando foi flagrado em seu carro em uma avenida de Teresina. Uma vez abordado, foi encontrada em seu veículo uma mala com roupas e outros pertences pessoais.
Operação é coordenada pelo Gaeco, com ajuda
PRF e PM (Foto: Divulgação/PRF)

Ainda estão sendo cumpridos outros mandados de prisão e de busca e apreensão, em Teresina e em Picos, com o objetivo de combater crimes praticados pelo ex-procurador-geral de Justiça do Piauí. Ele esteve no cargo no período de novembro de 2004 a novembro de 2008.

Para o promotor de justiça Rômulo Cordão, Coordenador do Gaeco, a operação evidencia que CNMP e MP estão engajados no combate à corrupção e lavagem de dinheiro, preocupados com a boa gestão pública, servindo a sociedade com excelência e dedicação. A operação foi denominado "Il Capo"

A defesa do ex-procurador-geral de Justiça do Piauí Emir Martins Filho foi procurada, mas ainda não foi localizada para comentar o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...