sábado, 8 de outubro de 2016

'Vinham cometendo erro', diz miss vítima de racismo no Piau

Kayra Nascimento, 20 anos, concorreu ao título de Miss Piauí 2016. Jovem disse ter sido vítima de racismo e que foi descartada pela cor

K
ayra Nascimento, 20 anos, uma das concorrentes do Miss Piauí 2016, que denunciou ter sofrido injúria racial por parte da organização-geral do concurso, disse aoG1 que a escolha da paranaense Raissa Santana como a mais nova Miss Brasil deve ser um incentivo para que outras jovens negras percam o medo de concorrer em concursos de beleza.
Kayra, que há 5 anos trabalha como modelo, disse ainda que o Brasil "vinha comentendo um erro" ao não eleger uma miss negra desde 1986, ou seja, há 30 anos, quando a gaúcha Deise Nunes conquistou o título.
"Vinham cometendo erro. Quem sabe a Miss Brasil 2016 não seja eleita Miss Universo, como já foram eleitas outras neste período de tempo”, questiona Kayra, Miss Esperantina.

Após participar do Miss Piauí 2016, Kayra Nascimento se indignou ao tormar conhecimento de um áudio no qual é chamada de 'negrinha' por duas vezes, segundo ela, pelo organizador do evento. A modelo busca reparação por danos morais. 

“Vivi uma experiência única, mas que me abalou. O perfil no mundo da moda e dos concursos de miss tem mudado. Minha indignação é porque fui excluída não por ser a Kayra, mas por ser negra. Se não fosse eu, seria outra menina, mas que serviu como aprendizado para todas”, reitera a Miss Esperantina.



Fonte: JL/G1PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...