quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Estudante é preso suspeito de tentar incendiar ônibus dentro da UFPI

Segundo PM, outros quatro suspeitos fugiram após a presença dos policiais.
Princípio de incêndio aconteceu na noite dessa terça-feira (10), em Teresina.

Um estudante de filosofia, de 23 anos, foi preso na noite daa terça-feira (10) suspeito de tentar incendiar um ônibus dentro da Universidade Federal do Piauí, na Zona Leste de Teresina. Segundo o major Flávio Pessoa, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, um grupo de cinco pessoas interceptaram o veículo na entrada da instituição e mandaram todos os passageiros e motorista descerem. O PI TV 1ª Edição divulgou as imagens nesta quarta-feira (11).

"Um segurança da UFPI foi quem acionou a Polícia Militar, que estava com uma viatura próxima e atendeu a ocorrência. Quando chegamos ao local, os suspeitos já tinham despejado gasolina no ônibus e pneu estava em chamas", relatou.

Com a presença dos policiais, quatro suspeitos fugiram e apenas o estudante foi preso. Os estudantes da residência universitária e própria policia ajudaram a controlar o princípio de incêndio. "O estudante preso foi conduzido para a Central de Flagrantes e deve responder pelo crime de dano ao patrimônio privado", acrescentou o major.

Manifestação
O terceiro dia de protesto contra o aumento da tarifa de ônibus em Teresina foi acompanhado de perto pela Polícia Militar do Piauí. Segundo o tenente-coronel Feitosa, a medida era para evitar que mais um ônibus fosse incendiado durante o ato na Avenida Frei Serafim, no Centro da capital.
Polícia acompanha protesto no Centro de Teresina
(Foto: Ellyo Teixeira/G1 Piauí)

Desde o dia 6 de janeiro que a tarifa inteira do coletivo urbano passou de R$ 2,75 para R$ 3,30. O valor da passagem para estudantes não teve reajuste e permanece custando R$ 1,05.
Ônibus pegando fogo em Teresina em protesto
no dia 9(Foto: Anielle Brandão/TV Clube)

No ato desta terça-feira (10), os manifestantes se concentraram na Avenida Frei Serafim e saíram em passeata pela via, interrompendo o trânsito no sentido Centro-Leste. A passeata chegou ao cruzamento das Avenidas Miguel Rosa com Frei Serafim, onde os manifestantes sentaram no chão e impediram os veículos da passar.

Ônibus incendiado
Um ônibus foi incendiado durante um protesto contra o aumento da tarifa de transporte público no Centro de Teresina, nesta segunda-feira (9). O crime ocorreu em frente ao Hospital Getúlio Vargas (HGV), na Avenida Frei Serafim. Após o incêndio, tiros de bala de borracha foram disparados pela Polícia Militar do Piauí contra um grupo de manifestantes.

Segundo a PM, o protesto ocorria de forma tranquila até que um grupo se desgarrou dos manifestantes e abordou um ônibus próximo ao cruzamento da Avenida Frei Serafim com Miguel Rosa. O grupo mandou os passageiros descerem e ateou fogo no veículo. Ninguém ficou ferido. A tropa de choque foi acionada e, de acordo com a coronel Julia Beatriz, a polícia trabalha para identificar os vândalos.

Secretaria diz que vândalos serão presos
O secretário estadual de segurança, Fábio Abreu, disse nesta terça-feira (10) que os manifestantes responsáveis por incendiar um ônibus durante os protestos que ocorreram no Centro de Teresina na segunda-feira (9) serão punidos. A Secretaria de Segurança já pediu imagens das câmeras de monitoramento instaladas na Avenida Frei Serafim para identificar todos os responsáveis pela ação.

“Vamos pegar todas as imagens e informações possíveis para identificar e punir todos os envolvidos nesse crime. Eles destruíram um ônibus praticamente zero quilômetro que estava servindo à comunidade. Isso é inadmissível”, falou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...