segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Temer comete gafe e diz que Saúde economizou 800 milhões de Cruzeiros

Presidente entregou ambulâncias a prefeitos do Rio Grande do Sul
Opresidente Michel Temer cometeu uma gafe durante o discurso na cerimônia de entrega de ambulâncias para prefeituras gaúchas, em Esteio, região metropolitana de Porto Alegre. Enquanto falava sobre as obras do governo federal, com grande destaque para a frase "apenas oito meses de mandato", o peemedebista trocou a moeda vigente no país e causou um certo burburinho no Parque de Exposições Assis Brasil.

Os aliados presentes no palco, como os ministros Ricardo Barros (Saúde), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social), bem como o governador José Ivo Sartori (PMDB-RS) e o prefeito Nelson Marchezan (PSDB-RS), deram pouco caso da gafe. Mas a plateia presente chegou a mostrar um tom de graça, com alguns cochichos e sorrisos amarelos.

— Em pouquíssimo tempo, ele anunciou a economia de 800 milhões de Cruzeiros, que significam novas UPAs, novas UBSs e também novas ambulâncias - disse Temer, referindo-se ao ministro da Saúde.

O Cruzeiro foi substituído pelo Cruzeiro Real em 1993. A moeda brasileira passou a ser o Real um ano depois, em 1994, após a extinção da Unidade Real de Valor (URV).

O presidente foi recebido com protestos no lado de fora do Parque de Exposições. Sindicalistas ligados à CUT e Cpers protestaram por reajuste salarial e o pagamento integral do 13º salário por parte do governo gaúcho. Um forte aparato de segurança foi montado, com policiais militares, Exército e Polícia Rodoviária Federal. Os protestos foram realizados no portão 7, localizado no lado contrário onde Temer desembarcaria de um helicóptero.

Durante a cerimônia, Temer anunciou que um dos cinco presídios federais de segurança máxima que o governo planeja construir será erguido em solo gaúcho. A construção de novas prisões foi anunciada na última semana, e visa sanar a forte crise no sistema penitenciário do país, que contou com cerca de 100 mortos em chacinas na Região Norte.

— Vamos construir cinco presídios federais de segurança máxima, um deles será aqui no Rio Grande do Sul.
Fonte: JL/Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...