quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Temer decreta luto de três dias e diz que Teori era 'homem de bem'

Ministro do Supremo morreu após queda de avião em Paraty; em rápido pronunciamento no Palácio do Planalto, presidente manifestou solidariedade à família das vítimas.

Temer fala sobre morte do ministro Teori Zavascki
O presidente Michel Temer decretou, no ínicio da noite desta quinta-feira (19), luto oficial de três dias em decorrência da morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Em um rápido pronunciamento no Palácio do Planalto, Temer disse que o magistrado era um "homem de bem" e um "orgulho para todos os brasileiros" (veja a íntegra do pronunciamento ao final desta reportagem).
O presidente estava acompanhado do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, da advogada-geral da União, Grace Mendonça, e do ministro das Relações Exteriores, José Serra.
Relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta, aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.
"O ministro Teori era um homem de bem e era orgulho para todos os brasileiros. Nós estamos decretando luto oficial por um período de três dias, uma modesta homenagem a quem tanto serviu à classe jurídica, aos tribunais e ao povo brasileiro", afirmou o presidente.
"Neste momento de luto, manifesto, eu e minha equipe, aos familiares do ministro e dos demais integrantes do voo, meus sentimentos de pesar e associo-me a todos os brasileiros ao lamentar a perda de um homem público cuja trajetória impecável a favor do direito e da justiça sempre o distinguiram", disse.

Ex-presidentes

Após a confirmação da morte de Teori Zavascki, os ex-presidentes Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva e José Sarney divulgaram nota para lamentar o acidente.
Dilma, responsável por indicar Teori para ocupar uma cadeira no STF, disse que o ministro se consagrou como um "intelectual do Direito, zeloso das leis e da Justiça".
"Tive o privilégio de indicá-lo para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), com ampla aprovação do Senado. Desempenhou esta função com destemor como um homem sério e íntegro. Lamento a dor da família e dos amigos, recebam meus sentimentos de pesar e respeito", disse a ex-presidente na nota.
Lula, por sua vez, afirmou por meio de nota que Teori "honrou a Magistratura em todos os postos que ocupou". Já Sarney disse que tinha "grande admiração" pelo ministro e que ele "prestou um grande serviço à magistratura brasileira com sua experiência, e cultura jurídica".
Veja abaixo a íntegra do pronunciamento do presidente Michel Temer:
Nós queremos fazer uma declaração a propósito desse doloroso acontecimento e dizer que recebemos com profundo pesar a notícia do falecimento do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal.
Neste momento de luto, manifesto, eu e a minha equipe, aos familiares do ministro e dos demais integrantes do voo, meus sentimentos de pesar e associo-me a todos os brasileiros ao lamentar a perda de um homem público, cuja trajetória impecável a favor do Direito e da Justiça sempre o distinguiram.
Ministro Teori Zavascki era um homem de bem e era um orgulho para todos os brasileiros. Nós estamos decretando luto oficial por um período de três dias. Uma modesta homenagem a quem tanto serviu à classe jurídica, aos tribunais e ao povo brasileiro.
Muito obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...