quarta-feira, 1 de março de 2017

Polícia contabiliza 17 mortes violentas no carnaval em todo o Piauí

Dezessete pessoas tiveram morte violenta durante o carnaval em todo o Piauí. Foram doze mortes no trânsito, quatro homicídios dolosos e um afogamento. Os números constam na Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, Delegacia de Acidentes e de Homicídios de Teresina, delegacias da Polícia Civil de Floriano, Barras, Paulistana, Campo Maior e Parnaíba.
O trânsito foi o vilão neste carnaval de 2017. Quatro pessoas de uma mesma família morreram carbonizadas em um acidente na BR 135, no município de Cristalândia. Um dia depois, no mesmo trecho, duas mulheres, uma criança e uma adolescente também morreram em acidente de trânsito, um capotamento.

Em Teresina, duas moças em uma moto bateram de frente contra o ônibus da empresa Shalon Tur, na PI-130, nas proximidades do motel Garden, no bairro Angelim, na zona sul.
O operário “Paizim Cruz” caiu da moto, no sábado de carnaval, em Campo Maior, e morreu no hospital.

O trabalhador braçal Pedro Ribeiro caiu de uma bicicleta, na cidade de Parnaíba, bateu a cabeça no meio fio e morreu no local.

Assassinatos
Anderson Felipe Bastos Aragão, de 27 anos, foi assassinado logo no grito de abertura do carnaval 2017, no bairro Mocambinho, zona Norte de Teresina. Ele estava em um bar, onde apareceram dois inimigos dele. Foram logo atirando.

O pedreiro Francisco Santos, 48 anos, foi vítima de latrocínio, na noite desta segunda-feira (27), no bairro Santinho, município de Barras, a 119 km de Teresina. Dois homens andavam em uma moto e efetuaram oito tiros ao anunciar o assalto, um acertou a cabeça da vítima. Até a manhã desta quarta-feira (01/03) ninguém havia sido preso.

Juniel Nascimento da Silva, apelidado de “Nego Corvo”, de 23 anos, foi morto com um tiro na virilha, por volta das 19h45 de segunda-feira (27/02), quando, na companhia de um comparsa, tentou realizar um assalto no conjunto Betânia, no bairro Piauí, na cidade de Parnaíba, no litoral do Estado. O homem abordado reagiu e matou um dos acusados e baleou o outro; depois fugiu.

Orleandes Pereira de Oliveira Filho, o “Biguim”, suspeito de participar de uma tentativa de homicídio, por volta das três horas da madrugada de terça-feira (28/03), próximo a uma danceteria, na Avenida Esmaragdo de Freitas, no Cais da Beira Rio, na cidade de Floriano, foi morto em uma troca de tiros com policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar do Estado.
Afogamento
Kaike Talles morreu afogado no açude Ingazeira, no município de Paulistana. Ele andava em um jet ski, acabou caindo e o corpo dele foi resgatado no dia seguinte.

A relação dos mortos no carnaval 2017
1- Anderson Felipe Bastos Aragão (homicídio doloso)
2- Francisco Santos (homicídio doloso)
3- Juniel Nascimento da Silva (homicídio doloso)
4- Orleandes Pereira de Oliveira Filho (homicídio doloso)
5- Kaike Talles (afogamento)
6- Pedro Ribeiro (acidente)
7- “Paizim Cruz” (acidente)
8- Ione Ribeiro Alves (acidente)
9- Michele (acidente)
10- Arya Faifer (acidente)
11- Naomy (acidente)
12- Clesio Sousa (acidente)
13- Tais Paes Landim (acidente)
14- Tauan (acidente)
15- Iago (acidente)
16- Elisângela Pessoa (acidente)
17- Samara Silva (acidente)
Fonte: Portal AZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...