quarta-feira, 31 de maio de 2017

Pela segunda vez preso troca de lugar com irmão e foge de presídio no Piauí

Considerado perigoso, fugitivo já foi indiciado por quatro homicídios e é investigado em uma quinta morte.

Por Ellyo Teixeira, G1 PI
Casa de Custódia em Teresina (Foto: Fernando Brito/G1)



Uma fuga da Casa de Custódia de Teresina chamou a atenção pelas circunstâncias. O detento Francisco das Chagas dos Santos Machado Sobrinho, preso preventivamente por homicídio, saiu do local pela porta da frente pela segunda vez, após enganar o sistema de segurança da unidade prisional. Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, o preso conseguiu fugir após ter se passado por seu irmão, que também estava preso no mesmo e iria ganhar liberdade por conta de um alvará de soltura.


“Mais uma vez ocorreu um erro grosseiro da direção do presídio. O detento conseguiu fugir após um alvará conceder a liberdade para seu irmão, que também estava preso. Francisco das Chagas conseguiu fugir, já que se confere apenas com o próprio detento se os dados pessoais são os mesmos apresentados no documento de liberação", falou.


Em nota, a Casa de Custódia de Teresina informou que a fuga de Francisco das Chagas foi comunicada ao Judiciário no dia 5 de maio deste ano e que a Secretaria de Justiça está investindo na aquisição de equipamentos de segurança (confira a íntegra da nota no fim da matéria).


O detento é suspeito de cinco homicídios, entre eles do garoto Phillip Hatus, de 6 anos, na Zona Sul de Teresina. Ainda de acordo com o sindicalista, o mesmo detento já havia conseguiu fugir da pela porta da frente da Casa de Custódia ao se passar pelo irmão. Para ele precariedade no sistema prisional do estado facilita esses tipos de ações.


“Se fosse implantado o sistema de biometria nos presídios isso iria evitar os erros e consequentemente as fugas”, disse.


Após a soltura equivocada de Francisco, o imão dele, Crenildo, também foi colocado em liberdade, que havia uma alvára de soltura em seu favor.


Para o sindicato esse tipo de fuga ocorre com frequência no maior presídio do Piauí. “Esse foi o 5º caso somente este ano na Casa de Custódia, que abriga atualmente 1 mil presos, com apenas 11 agentes penitenciários se dividindo em diversas funções" disse. Questionada sobre esse dado, a Sejus não se pronunciou.



Segundo a Sejus, 83 agentes da segurança pública do Piauí participaram da ação na Casa de Custódia de Teresina (Foto: Divulgação/Sejus)




Fugitivo é considerado perigoso




De acordo com a Delegacia de homicídios de Teresina, Francisco das Chagas dos Santos Machado Sobrinho responde por cinco roubos e porte ilegal de arma de fogo, além de ter sido indiciado por quatro homicídios e investigado em mais um. “Esse rapaz não preza pela vida humana. Pelos menos três mortes foram cometidas por ele em 2016 e um em 2015. Todos na Zona Sul de Teresina. Ele solto é um perigo pela sociedade”, alertou o delegado Danúbio Dias.


A defesa de Francisco das Chagas dos Santos Machado Sobrinho não foi encontrada para falar sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...