quarta-feira, 7 de junho de 2017

Mulher grita 'te amo, Temer' e passa mal no Planalto FACEBOOK TWITTER Imprimir Uma mulher de identifidade ainda não divulgada passou mal em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, enquanto gritava "Eu te amo, presidente Temer", nesta quarta-feira. Aos berros, ela dizia que não poderia morrer sem antes encontrar Michel Temer. Confira também Site de relacionamentos cita Marcela e é processado Planalto confirma viagem de Temer em jatinho particular em 2011 Antônio Imbassahy deve ser anunciado como substituto de Geddel Michel Temer faz 1ª viagem ao Nordeste desde que assumiu a Presidência Ao não conseguir entrar no edifício, por ter sido barrada, a mulher se deitou no chão e foi foi socorrida por seguranças da guarda presidencial. De acordo com relatos ao site do jornal "Estado de S. Paulo", ela não acreditou quando disseram que a levariam para ver o presidente. "Vocês estão mentindo. Não vão me levar para encontrar o Temer", disse. A mulher foi colocada em uma cadeira de rodas por brigadistas e levada para atendimento médico no Planalto. O episódio ocorreu durante julgamento que pode cassar a chapa vencedora das eleições presidenciais de 2014, formada por Dilma Rousseff e Michel Temer, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que foi retomado às 9h. Enquanto isso, o peemedebista disse que só sairá do governo em 31 de dezembro de 2018. Nesta quarta-feira, houve mais uma tentativa de agenda positiva no Palácio do Planalto e Temer pregou "otimismo" ao anunciar R$ 190,25 bilhões para o Plano Safra agropecuário. Fonte: Extra

Mulher grita 'te amo, Temer' e passa mal no PlanaltoWITTER

 

Uma mulher de identifidade ainda não divulgada passou mal em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, enquanto gritava "Eu te amo, presidente Temer", nesta quarta-feira. Aos berros, ela dizia que não poderia morrer sem antes encontrar Michel Temer.
Confira também
 

Ao não conseguir entrar no edifício, por ter sido barrada, a mulher se deitou no chão e foi foi socorrida por seguranças da guarda presidencial. De acordo com relatos ao site do jornal "Estado de S. Paulo", ela não acreditou quando disseram que a levariam para ver o presidente. "Vocês estão mentindo. Não vão me levar para encontrar o Temer", disse.

A mulher foi colocada em uma cadeira de rodas por brigadistas e levada para atendimento médico no Planalto.

O episódio ocorreu durante julgamento que pode cassar a chapa vencedora das eleições presidenciais de 2014, formada por Dilma Rousseff e Michel Temer, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que foi retomado às 9h.

Enquanto isso, o peemedebista disse que só sairá do governo em 31 de dezembro de 2018. Nesta quarta-feira, houve mais uma tentativa de agenda positiva no Palácio do Planalto e Temer pregou "otimismo" ao anunciar R$ 190,25 bilhões para o Plano Safra agropecuário.

Fonte: Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...