terça-feira, 6 de junho de 2017

Temer analisa como redistribuir cargos se PSDB deixar governo

Até o momento, tucanos sinalizam que vão permanecer no governo, mas setores do partido discordam da medida
O Palácio do Planalto teria iniciado articulação para possível redistribuição de cargos caso o PSDB decida deixar a base do governo. As informações são do blog do Camarotti, do G1, desta segunda-feira (5).

Os tucanos vêm indicando intenção de permanecer ao lado do presidente Michel Temer, mas lideranças da legenda defendem que o partido anuncie saída da gestão do peemedebista logo após a leitura do relatório do ministro Herman Benjamin, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), previsto para esta terça-feira (6). O tribunal julga um pedido do PSDB para cassar a chapa Dilma-Temer.

Atualmente, cerca de 220 deputados compõem a base do governo. A ideia é fortalecer apoio na Câmara já que casso Procuradoria-Geral da República denuncie o presidente, uma comissão da Casa precisará analisar o pedido e, em seguida, o plenário.
Temer precisaria, então, de 171 votos para vetar o encaminhamento da denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF).


Fonte: JL/Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobe para 41 número de mortos em acidente entre ônibus e caminhão em SP

 O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária de Piraju (SP) foram chamados para atender a ocorrência. Doze pessoas estão gravemente ferida...