terça-feira, 4 de julho de 2017

PMDB não deve fechar questão sobre denúncia, diz líder da maioria na Câmara

É melhor trabalhar na conversa com os deputados, afirmou

O
líder da maioria na Câmara, Lelo Coimbra (PMDB-ES), afirmou na 3ª feira (4.jul.2017) que o PMDB não deve fechar questão sobre a denúncia contra presidente Michel Temer. “Esse tipo de questão [denúncia] é melhor trabalhar no convencimento, na conversa com os deputados”, disse.

O “fechamento de questão”, em tese, obriga os congressistas a votar como manda a direção partidária. Pode ser punido o congressista que agir contra a orientação.
Lelo se reunirá ainda na manhã de 3ª com o presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), e com o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP).
O nome do relator da denúncia na CCJ deve ser apresentado na 3ª. “Não sei se o Pacheco sabe quem será o relator”, disse Baleia. “O governo acredita que será 1 nome capaz de conduzir o processo, isso é o mais importante”, completou.
A partir da próxima sessão do Plenário, começa a contar o prazo de até 10 sessões para a defesa de Temer. Encerrado esse período, a CCJ terá até 5 sessões do plenário para concluir a análise do processo.
Temer foi denunciado no dia 26 de junho pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por crime de corrupção passiva. As acusações têm como base as delações premiadas de executivos da JBS.
O “deputado da mala”, Rodrigo Rocha Loures, também virou réu no processo.

Fonte: JL/PODER 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...