quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Mãe diz que soube de estupro de filha por vídeo no PI: 'é dor que mãe nenhuma merece'

Homem foi preso por estuprar criança de 10 anos em Floriano. Prima fez vídeo para provar o crime.
Por Gilcilene Araújo, G1 PI
Delegado Francisco de Assis investiga o caso (Foto: Divulgação/Polícia Civil)



“Essa é uma dor que mãe e pai nenhum merecem passar. Não estou sabendo lidar com situação. A única coisa que quero é que Deus faça justiça e que ele pague. Vou dar apoio para minha filha e tentar viver”. O desabafo é da dona de casa Maria da Guia, 28 anos, que descobriu através de uma filmagem que a filha de 10 anos foi estuprada pelo companheiro da avó.


O crime aconteceu na noite de sábado (29), no município de Floriano, 244 km ao Sul de Teresina. Segundo o Conselho Tutelar da cidade, o homem ofereceu R$ 50 à menina para cometer o ato que foi denunciado para a família depois que uma prima da vítima, de 12 anos, filmou o agressor durante o abuso com objetivo de provar o crime.


Maria da Guia contou ainda que apesar do crime ter sido filmado, muitas pessoas não acreditam que o agressor tenha abusado da criança. Em tom de tristeza, ela voltar a desabafar. “Mesmo vendo o vídeo e com testemunhas, algumas pessoas não acreditam em mim. Algumas pessoas estão desacreditando, mas não sei por quê. Pois o que aconteceu foi verdade", lamentou a mãe.


A mãe da criança agredida cobrou por justiça contra o suspeito da agressão. "Graças a Deus, ele não estuprou minha filha, mas tentou fazer. Estou com minha consciência limpa, meu povo viu o que aconteceu, não tem nada de errado. Nós é que passamos por esta situação horrível. Só quero justiça, ele está pagando e vai continuar pagando”, finalizou.




Homem vai responder por estupro de vulnerável




O delegado Francisco de Assis Carvalho Neto contou ao G1 que embora não tenha sido consumado o ato sexual, o agressor tocou as partes íntimas da vítima e está configurado o crime de estupro. Segundo o delegado, o homem afirmou que estava embriagado e não se lembra de nada. O suspeito foi transferido para o presídio Gonçalo de Castro Lima, a Vereda Grande. Ele está à disposição da Justiça agora e deverá responder pelo crime de estupro de vulnerável.



“A criança relatou que o homem ofereceu R$ 50 para ela ‘fazer saliência’ com ele. Ela contou isso para uma prima mais velha, que não acreditou dizendo que mora com ele há um tempo e ele nunca tinha tentado nada. Foi aí que elas resolveram filmar, ele entrou no quarto, colocou o órgão genital para fora e ficou pegando nas partes íntimas dela”, disse a conselheira tutelar Jocirlane dos Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...