segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Operários do rodoanel queimam pneus em protesto contra atraso de salários

Empresa informou ao G1 que não vai se posicionar no momento. E a Setrans ainda vai enviar resposta sobre a situação.
Trabalhadores fecharam o trecho onde acontecem as obras (Foto: Divulgação)

Operários da obra do rodoanel de Teresina fazem manifestação nesta segunda-feira (20) diante do canteiro de obras entre as BRs 316 e 343. Segundo os trabalhadores, os salários estão atrasados e a empresa não informa os funcionários. A obra está 95% concluída, segundo o governo do estado.

“Já fizemos várias paralisações e protestos porque sempre tem atrasos de salários. Não recebemos há um mês e há cerca de 15 dias nos mandaram para casa sem explicações”, informou um dos funcionários, que não quis se identificar.

Em protesto, segundo o trabalhador, cerca de 100 operários fecharam o trecho da obra que fica diante da empresa Emsa. Eles atearam fogo em pneus e não há previsão para o fim do protesto.

Procurada, a empresa informou ao G1 que não vai comentar o assunto no momento. A Secretaria de Transportes do estado, responsável pela obra, informou que ainda vai se posicionar sobre o assunto.

Segundo o governo do estado, a obra está 95% concluída, faltando asfaltar apenas 3 km de rodovia e finalizar o viaduto sob a BR-316. A obra do rodoanel foi iniciada em maio de 2012 e está orçada no valor de R$ 300 milhões. Se concluído, o rodoanel deve retirar de circulação da zona urbana de Teresina cerca de cinco mil veículos por dia. Serão 2,8 quilômetros de pista dupla, dois viadutos e uma ponte, reduzindo em 15 quilômetros as saídas Sul, pela BR-316, rumo a Demerval Lobão; e Norte, pela BR-343, em direção a Altos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...