quinta-feira, 27 de setembro de 2018

ELEIÇÕES Ao apostar em Bolsonaro, região Sul abandona PSDB pela 1ª vez em 4 eleições

Militar lidera nos 3 Estados. RS concentra candidatos a vice
O
eleitorado da região Sul –reduto tucano há pelo menos 3 eleições presidenciais– não se deixou seduzir pelo candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB), mesmo depois de ele escolher como vice uma senadora gaucha, Ana Amélia (PP).
Nos 3 Estados da região, quem lidera com folga a corrida presidencial é o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, segundo os levantamentos mais recentes do Ibope consultados no Agregador de Pesquisas do Poder360, o acervo mais completo de levantamentos de intenção de voto das eleições brasileiras.
No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, o ex-capitão do Exército chega a 40% das intenções de voto. No Paraná, tem de 19% a 23%.
A preferência sulista por Bolsonaro chamou atenção do país no último dia 13. Foi quando os pepistas do Rio Grande do Sul romperam com o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, para declarar apoio ao militar. A vice de Alckmin, senadora Ana Amélia, é filiada ao PP e ia concorrer à reeleição para o Senado pelo partido no Estado.

A terra dos vices

O PSDB não foi o único partido na disputa pelo Planalto a escolher vice da região. Dentre os 5 candidatos que lideram as intenções de voto, 3 são gaúchos: a própria Ana Amélia (PP); o vice de Bolsonaro (PSL), General Mourão (PRTB), e a vice de Fernando Haddad (PT), Manuela D’Ávila (PC do B). Mais atrás nas pesquisas, outro vice gaúcho: Germano Rigotto (MDB). Ele é ex-governador do Estado (2003-2006) e compõe chapa com Henrique Meirelles, do mesmo partido.

PSDB perde espaço também nas disputas estaduais

No Rio Grande do Sul, o governador emedebista José Ivo Sartori tenta a reeleição e lidera com 31% das intenções de voto. Eduardo Leite (PSDB), ex-prefeito de Pelotas, tem 26%, de acordo com pesquisa Ibope divulgada na última 6ª feira (21.set.2018).
Para as duas vagas do Senado, lideram Senado, José Fogaça (MBD) com 31% das intenções de voto na pesquisa, seguido por Paulo Paim (PT) que tem 30%.
Na disputa pelo governo de Santa Catarina, o partido do presidente da República, Michel Temer, também está na liderança. Mauro Mariani (MDB) tem 21% das intenções de voto, segundo levantamento do Ibope de 21 de setembro. Gelson Merísio (PSD) e Décio Lima (PT), que liderava na última pesquisa Ibope (17.ago.2018), seguem praticamente empatados com 18% e 17% das intenções de voto, respectivamente.
Para o Senado, Esperidião Amin (PP) desponta com 30% contra Raimundo Colombo (PSD) que tem 27% e é seguido de por Paulo Bauer (PSDB) com 25%.
No Paraná, o Ibope ainda vais realizar sua 1ª pesquisa depois da prisão do ex-governador tucano Beto Richa, que é candidato ao Senado. O levantamento deve ser divulgado até o fim desta semana.
Na disputa pelo Palácio Iguaçu, Ratinho Jr. (PSD) lidera com 42% das intenções de voto, segundo a pesquisa Ibope de 04 de setembro. Cida Borghetti (PP), que assumiu no lugar de Beto Richa (PSDB) em abril para o tucano disputar uma cadeira no Senado, tem 13%. Na 3ª posição, está com João Arruda (MDB), sobrinho do senador Roberto Requião (MDB), com 6%.
Na corrida pelo Senado, Richa (PSDB) liderava. Tinha 28% das intenções de voto, atrás do senador Roberto Requião (MDB) que despontava com 43% dos votos. Em 3º, Flávio Arns (Rede) tem 17%.
Fonte: JL/Congresso em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...