sexta-feira, 14 de setembro de 2018

PROPINA Fachin abre inquérito contra Ciro Nogueira, Edinho Silva e executivos da J&F

Políticos serão investigados por corrupção. Caso deve ganhar 1 novo relator no STF

Oministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin autorizou a abertura de inquérito para investigar o presidente do Partido Progressista, senador Ciro Nogueira, o ex-ministro Edinho Silva (PT), e os executivos ligados à J&F Joesley Batista e Ricardo Saud. A decisão foi tomada na 3ª feira (11.set.2018).

Fachin, que é relator da Lava Jato no STF, atendeu ao pedido do Ministério Público que quer investigar envolvimento dos 4 nomes em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
De acordo com a PGR (Procuradoria Geral da República), o intuito do inquérito é apurar se houve pagamento de propina ao senador Ciro Nogueira. As gratificações teriam ocorrido em 2014, para que o PP apoiasse o PT nas eleições, e em 2017, para que o Partido Progressista não apoiasse o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

O pedido de investigação é baseado na delação premiada dos executivos Joesley Batista e Ricardo Saud do grupo J&F.

Apesar de ter autorizado a abertura das investigações, Fachin pediu que o inquérito fosse distribuído livremente entre os integrantes da Corte por não estar relacionado com a operação Lava Jato. Isso significa que o caso deve ganhar 1 novo relator.

Fonte: JL/PODER 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...