segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Apoiadores de Temer e do golpe fracassam nas urnas e são derrotados

Fracasso nas urnas marca apoiadores de Temer
 
A
liados de Michel Temer e defensores do impeachment de Dilma Rousseff (PT) fracassaram nas urnas neste domingo (7), de acordo com as apurações espalhadas pelo País.
Henrique Meirelles (MDB), ministro da Fazenda até o início do ano, foi derrotado.
Em Pernambuco, por exemplo, dois ex-ministros de Temer não se elegeram para o Senado: Mendonça Filho (DEM), que comandou a pasta da Educação, e Bruno Araújo (PSDB), das Cidades. Os dois perderam para Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB).
Rogério Marinho (PSDB), relator da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados, era apenas o 12º candidato a deputado federal mais votado no Rio Grande do Norte até as 21h45.
No Maranhão, Sarney Filho (PV) não conseguiu a vaga ao Senado. Os escolhidos no estado foram Weverton (PDT) e Eliziane Gama (PPS), que deixaram de fora também Edison Lobão, do partido de Temer, senador há décadas.
No Ceará, o senador Eunício Oliveira (MDB) não se reelegeu.
 
Em Roraima, Romero Jucá, líder do golpe, fica fora do Senado.
 
No Distrito Federal, Cristóvam Buarque, que votou a favor do impeachment, perde a reeleição para o Senado.
 
No Espirito Santo, Magno Malta, perdeu a reeleição para o Senado.
 
No Maranhão, Edison Lobão, outro apoiador do golpe, perde a reeleição para o Senado.
 
Na Paraíba, Cássio Cunha Lima, um dos artífices do golpe, não se reelege para o Senado.
Edição Tropical Noticias
 
Fonte: JL/247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...