quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Tasso joga parado (demais)

Postura pode custar ao tucano a presidência do Senador

Tasso Jereissati admite a seus aliados que adoraria ser o próximo presidente do Senado, mas acrescenta que não fará nada para isso. Em outras palavras, não está disposto a pedir votos, fazer campanha e etc. E aí, fica difícil.
Alguns dos seus correligionários andam angustiados com a imobilidade do tucano, hoje um nome competitivo na disputa pelo comando da Casa. Eles só não sabem como dizer ao aliado que, se ele não se movimentar, ninguém irá ungi-lo ao cargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alexandre de Moraes é eleito presidente do TSE e assume comando do tribunal em agosto

    O ministro Alexandre de Moraes foi eleito nesta terça-feira (15) presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Ele vai tomar posse em 16...