sexta-feira, 15 de março de 2019

“Acabou essa história de um partido pegar garupa com outro”, diz Marcelo Castro

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com 
O senador, Marcelo Castro, será reconduzido ao cargo de presidente do MDB do Piauí, durante evento neste sábado. Segundo ele, o partido precisa se adequar a nova realidade eleitoral do país e se oxigenar para as eleições de 2020.

“O partido precisa apresentar pautas novas, propostas novas, bandeiras novas e mudar de cara. O MDB precisa se apresentar à sociedade brasileira como o partido realmente vinculado às bases com um projeto de poder. No Piauí, o partido saiu exitoso na eleição de 2018, mas nacionalmente não foi tanto assim”, destacou. 
Como presidente do partido, Marcelo afirma que o MDB precisa se prepara para a eleição do próximo ano, que irá ocorrer sem a possibilidade da formação de coligações entre os partidos. Segundo ele, é preciso fortalecer as bases. 
“Temos quer ter um cuidado especial agora, isso não só o MDB, mas todos os partidos terão que ter, com o fortalecimento dos partidos nas bases. A partir da próxima eleição de 2020, não teremos mais coligações proporcionais, nem para vereador, nem para deputado estadual e nem para deputado federal. Isso significa que cada partido terá que se valer por si só. E não aquelas amplas coligações que se faziam no passado e se juntavam 10, 12 e 15 partidos e terminava sendo uma grande frente. Isso agora não pode”, disse. 
Para Marcelo, nenhum partido poderá “pegar garupa” com a estrutura dos outros.  “Cada partido terá que eleger os seus candidatos com seus próprios votos. Acabou essa história de um partido pegar garupa com os outros e se eleger com a legenda de outros ou com a soma de vários partidos. O MDB que é o partido tradicional, que sempre foi um dos maiores do Piauí e do Brasil, tem a obrigação mais do que alguns outros, de fazer um trabalho forte nas bases para eleger o maior número de vereadores e vice-prefeitos”, afirmou. 
Sobre a eleição em Teresina, ele afirma que o partido discute nomes como do ex-deputado Dr. Pessoa.
“O ideal de todo partido é ter o maior número de candidatos. Então se o MDB tiver viabilidade eleitoral, não haverá a menor dúvida de que o partido terá candidato. Estamos amadurecendo essa idéia”, destacou.
Lìdia Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...