terça-feira, 19 de março de 2019

Bolsonaro se diz amigo dos EUA e quer aprofundar parcerias

Bolsonaro disse que as gestões passadas eram "governos que antes de tudo eram antiamericanos".
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, em discurso na Câmara do Comércio dos Estados Unidos, que os EUA tem um presidente "amigo" de Washington e que deseja fazer "muitas parceiras" entre os dois países, citando as áreas de mineração, agricultura e biodiversidade.
Presidente Jair Bolsonaro participa de evento com empresários em Washington 18/03/2019 REUTERS/Erin ScottFoto: Reuters

Bolsonaro disse que as gestões passadas do país comandadas pelo PT, citando nominalmente os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, eram "governos que antes de tudo eram antiamericanos" e destacou que a tradição era eleger presidentes de "mãos dadas com a corrupção" e inimigos dos Estados Unidos.

Segundo o presidente, essa situação mudou com sua eleição e ele quer aprofundar os laços com os EUA. "Estou aqui estendendo às minhas mãos e tenho certeza que o (presidente dos EUA, Donald) Trump fará o mesmo", disse Bolsonaro, ao defender que pensa no "bem-estar do nosso povo, queremos um Brasil grande, assim como vocês querem uma América grande".

"O povo americano e os Estados Unidos sempre foram inspiradores em grande parte das decisões que eu tomei e essa vinda aqui hoje e amanhã com Trump com toda a certeza que estaremos materializando. O Brasil tem muito a oferecer, gostaria de fazer muitas parceiras, muito mais que assinar agora o Centro de Lançamento de Alcântara, mineralogia, agricultura, biodiversidade, gostaria de termos muita parceira desse Estado que admiro", afirmou.

"O Brasil mudou, tanto é que os senhores estão aqui e estamos prontos para ouví-los de modo a chegar a um bom entendimento, de modo que as políticas adotadas por nós tragam paz e prosperidade para o Brasil e para os Estados Unidos", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...