sexta-feira, 5 de abril de 2019

Mãe e filha se apoiaram no teto para não serem levadas pela enxurrada

A funcionária pública Antônia dos Santos estava assistindo TV com o marido e a filha de 13 anos quando ouviram um barulho forte no portão. A água quebrou o muros da casa e a estrutura lateral direita. Ela e a família foram vítimas da enxurrada que arrasou o Parque Rodoviário, na zona Sul de Teresina.

“Foi tudo muito rápido. A água chegou de uma vez. A impressão era de que não dava pra gente sair", disse ao Cidadeverde.com.

Antônia falou dos momentos de desespero. "É desesperador ver sua filha gritar achando que vai morrer. Mas lutei com todas as minhas forças”, lembrou a mãe que passou instantes agarrada ao telhado com a família para poder sobreviver.

Muito emocionada, a moradora, que vivia em frente a Dona Graça, uma das vitimas fatais da tragédia, diz que não vai reconstruir sua vida no Parque Rodoviário. Segundo ela, nunca aconteceu algo parecido.

"Moro aqui há 8 anos, nunca vi nada parecido. Só a chuva mesmo, mas isso aqui nunca", lembrou a moradora.

A filha do casal está na casa de parentes. Antonia e o marido permanecem no local com familiares resgatando pertences que possam ser aproveitados. A casa da familia foi partida pela força da água. É possível ver da lateral que foi destruída o quarto da jovem, a cozinha e banheiro.

Equipes de limpeza da prefeitura permanecem no local com maquinário retirando os entulhos e abrindo as vias.


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...