terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Advogado amarra braços e pernas da filha de 16 anos e comete estupro

A adolescente revelou a um amigo que foi estuprada pelo próprio pai
Uma adolescente de 16 anos revelou a um amigo que foi estuprada pelo próprio pai, um advogado de 37 anos, dentro de sua residência em Várzea Grande.

Após ficar sabendo do abuso sexual na última sexta-feira (10), o amigo da menor relatou o fato à coordenadora da escola estadual onde os dois estudam. A polícia foi acionada imediatamente.

A coordenadora procurou a garota e ela confirmou que foi estuprada na madrugada do dia 8 de janeiro. Ela relatou que o agressor a manteve com os braços e pernas amarrados e fazia ameaças: “Você já sabe, né?”.A vítima e a coordenadora da escola foram até a delegacia, onde o caso foi registrado como estupro. O pai, no entanto, não foi encontrado e ainda não foi ouvido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobe para 41 número de mortos em acidente entre ônibus e caminhão em SP

 O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária de Piraju (SP) foram chamados para atender a ocorrência. Doze pessoas estão gravemente ferida...