segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Professores terão direito a R$ 960 milhões em recursos do Fundef

 Os professores e demais servidores da educação foram contemplados em lei aprovada pelo Congresso

       Deputado JHC participa de debate sobre educação na Câmara: um dos grandes defensores do projeto (Foto/Câmara Federal)
Deputado JHC participa de debate sobre educação na Câmara: um dos grandes defensores do projeto (Foto/Câmara Federal)

Falta agora apenas a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Aprovado pelo Congresso, com relatoria no Senado de Rodrigo Ramos: dinheiro dos precatórios do Fundef, 60% pertence aos trabalhadores da educação. Professores e demais servidores.

No Piauí, em 1° de julho, o governo do estado recebeu a quantia de R$ 1,6 bilhão em precatórios. Dinheiro que ele insiste em querer usar, na sua totalidade, para reformar escolas.

Alega que a estrutura das unidades está depreciada, antiga, precisa melhorar. Antiga e depreciada sob sua gestão de quase 20 anos. A propósito, como candidato a primeira vez, em 2002, disse que mandaria no estado por duas décadas.

Sua profecia está se confirmando. Pelo menos no tocante ao tempo de comando. Mas no que diz ao Fundef as coisas mudam de figura com a aprovação da lei. Anúncio do deputado JHC (João Henrique Caldas), do PSD de Alagoas.

Falta agora apenas Bolsonaro passar a caneta. Colocar sua assinatura no projeto. Tornar lei um direito dos servidores. Pelo menos R$ 960 milhões dos precatórios piauienses serão repassados aos seus legítimos donos. E tem que ser logo.

O governador apresentou uma ação ao Supremo Tribunal Federal pedindo para usar R$ 570 milhões desses valores em ações de saúde. Combate ao Covid, diz ele. Pode acreditar, mas apenas se quiser. 

Este é ano de eleição. O histórico do governo inspira cuidados. Especialmente porque os recursos de combater Covid podem ser empregados sem licitação. É uma temeridade, conforme alertamos. 

No Piauí, a luta é encabeçada pelo Sinte (Sindicato dos Trabalhadores na Educação). Uma vitória merecida, sem dúvida. (TR)

Edição: Tropical Noticias

Fonte: Toni Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...