quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Metade dos brasileiros aprova jeito de Bolsonaro governar, diz Ibope

 

Metade dos brasileiros aprova jeito de Bolsonaro governar, diz Ibope

Pesquisa encomendada pela CNI mostra que aprovação ao seu governo alcança maior percentual desde o início do mandatBRASIL

O presidente Jair Bolsonaro, que tem 50% de aprovação


A maneira de governar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem a aprovação de 50% da população brasileira, de acordo com pesquisa do Ibope, encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), divulgada nesta quinta-feira (24). 

O resultado representa um aumento de 9 pontos percentuais em relação aos 41% atingidos em dezembro de 2019, data da última pesquisa. O índice de desaprovação é de 45% e 5% não sabem ou não responderam. 

Botão para controlar o volume da publicidade

Divulgação/Ibope/CNI

Os brasileiros que avaliam seu governo como ótimo ou bom são 40%, maior percentual desde o início de seu mandato. Os que consideram regular passaram de 31% para 29%. Já a queda entre os que acham ruim e péssimo foi de 38% para 29%.

O índice daqueles que confiam cresceu de 41%, em dezembro de 2019, para 46%, em setembro de 2020. O percentual é inferior ao apurado no início do governo, em abril de 2019: 51%. Os que não confiam são 46% e 3% não sabem ou não responderam. 

A pesquisa entrevistou 2.000 pessoas, entre 17 e 20 de setembro, em 127 cidades do Brasil. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%.

Por área avaliada

O setor do governo mais bem avaliado é a segurança pública. Na comparação com dezembro de 2019, há um aumento na aprovação da política de combate
à fome e à pobreza, de 40% para 48%. Como resultado, essa área sobe da sexta para a segunda posição no ranking.

Divulgação/Ibope/CNI

A área de Saúde também está entre as que mostram melhora na avaliação na
comparação com dezembro de 2019. O percentual de aprovação cresce de 36% para 43% e a área sobe da sétima para a quarta posição no ranking.

Já a aprovação e desaprovação da área de combate ao desemprego cai da terceira para a sétima posição no ranking, com oscilação para pior, de 41% para 37%. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Piauiense Kassio Marques tomará posse no STF em 5 de novembro

Sessão especial será às 16h. Juiz encontrou-se com Fux nesta 5ª juiz Kassio Marques tomará posse como ministro do ...