quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Eduardo Pazuello diz que vacinação no Brasil começa na quarta

 Saúde

Eduardo Pazuello diz que vacinação no Brasil começa na quarta

Nessa quarta-feira (13), o Ministério já havia informado que a imunização começaria ainda em janeiro, no Brasil.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira (14), que a vacinação contra covid-19 começará na próxima quarta-feira (20) em todo o Brasil, se a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar os imunizantes na reunião marcada para domingo (16).

Ao todo, 130 prefeitos participaram de uma reunião com o ministro, por videoconferência. O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizetti, foi o único a participar presencialmente. Ele ressaltou que as prefeituras têm seringas e agulhas e que o ministério se comprometeu a repor o estoque em caso de necessidade futura.

Nessa quarta-feira (13), Pazuello já havia afirmado que a vacinação começaria ainda em janeiro, acrescentando que a imunização teria início simultâneo em todo o país. Na reunião, o ministro disse aos prefeitos que o país terá 80 milhões de doses de vacinas disponíveis até abril.

Segundo Donizetti, o órgão de saúde tem condições de distribuir vacinas a todas as unidades da federação dentro de três ou quatro dias após a liberação da Anvisa.

O Ministério da Saúde (MS) aposta na aprovação para uso emergencial de um lote de 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, que chegará da Índia no fim de semana, além de 6 milhões de doses da CoronaVac, já em posse do Instituto Butantan.

De acordo com o MS, o voo da companhia aérea Azul que decolaria nesta quinta-feira (14) do Brasil para a Índia teve uma alteração e partirá na sexta-feira (15).

Ainda segundo o presidente da FNP, o governo vai apresentar informações consolidadas em uma cerimônia, possivelmente no Palácio do Planalto, na próxima segunda-feira (18).

Fonte: Viagora
Edição: tropical noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cristiano Brito nasceu para ser médico

                                                                      Dr. Cristiano Brito Melo Em nossa cidade Cocal é tão difícil entender ...