sexta-feira, 14 de maio de 2021

Piauí Empresas de fachada desviaram R$ 10 milhões no Piauí, diz GAECO

 Dentre os alvos da operação estão o ex-prefeito de Elesbão Veloso, Ronaldo Barbosa, e um ex-


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Estado do Piauí, deflagrou nesta sexta-feira (14) operação contra a atuação de uma organização criminosa investigada por desvio de recursos públicos em Elesbão Veloso e outros municípios piauienses.

Dentre os alvos da operação estão o ex-prefeito de Elesbão Veloso, Ronaldo Barbosa, e o ex-pregoeiro do município, William Oliveira. Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão.

Foto: Divulgação/AscomOperação do Gaeco
Operação do Gaeco

De acordo com o GAECO, a investigação constatou a criação de pessoas jurídicas de fachada, que receberam recursos públicos tanto de Elesbão Veloso quanto de outros municípios piauienses, em contratos que ainda estão em vigor. O valor estimado passa de R$ 10 milhões.

Foi apurado ainda pagamento de propina a servidores públicos ligados à gestão municipal de Elesbão Veloso e pagamentos suspeitos realizados a parentes do ex-prefeito municipal investigado, Ronaldo Barbosa, além de lavagem de dinheiro com uso de laranjas.

Foto: Divulgação/AscomCumprimento do mandado em Teresina
Cumprimento do mandado em Teresina

A operação objetiva produzir provas e fazer cessar a atuação de uma organização criminosa investigada por desvio de recursos públicos em Elesbão Veloso e outros municípios piauienses, envolvendo serviços de coleta de lixo, locações de veículos e obras.

Participaram da operação membros da Polícia Civil do Piauí, Polícia Militar do Piauí, do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, além da Polícia Rodoviária Federal.

Mais conteúdo sobre:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aluga – se um local para Eventos, Tropical Paraíso.

  Aluga-se TROPICAL PARAÍSO, um local para Eventos: Casamentos, batizados, aniversários e outros, fica localizado a Rua Floriano Peixoto, 93...