quinta-feira, 3 de junho de 2021

De quantas CPI's precisa o Piauí? O escândalo dos natimortos

BrasilMATERNIDADE

São muitas as irregularidades ocorridas no estado. O caso das criancinhas natimortas é uma tragédia nacional. A maioria silencia

Segundo deputada Teresa Brito, 30 natimortos na Maternidade em maio: é uma tragédia (Foto/CCOM)
Segundo deputada Teresa Brito, 30 natimortos na Maternidade em maio: é uma tragédia (Foto/CCOM)

De quantas Comissões Parlamentares de Inquérito precisa o Piauí?

A deputada Teresa Brito defende a CPI do Covid. Segundo ela, muitas irregularidades foram patrocinadas pelo governo do estado. Precisam ser apuradas.

Sim, mas o governo também patrocinou irregularidades em outras áreas. A deputada está se destacando porque tem coragem de falar. 

 

Ela disse que é preciso investigar com rigor a morte de crianças na Maternidade Evangelina Rosa. Em maio, foram 30. Anuncia ação judicial contra a situação contra essa lastimável situação.

Segundo o Ministério Público, em 2018 chegou-se a uma estatística pavorosa. Foram 250 naquele ano.

E nenhum pio da mídia piauiense, dos palanqueiros de oportunidade. Nenhuma reação contrária dos deputados, estaduais ou federais, do mundo político ou empresarial.

>>> Teresa Brito: é preciso investigar, precisamos ir fundo nessa questão dos natimortos (Foto/Divulgação)

A gestão da maternidade tem que ser responsabilizada? O governo tem que ser responsabilizado? Quem mais? O governador, o secretário de Saúde? Acreditamos que sim.

Acreditamos ainda que seja necessária a realização de uma CPI para investigar essa tragédia. Esse verdadeiro holocausto, sem exagero. Isso porque a criança é uma prioridade nacional. E deve haver recursos federais envolvidos nessa questão, porque neste caso poderíamos ter uma CPI do Congresso.

Esperar que a Assembleia faça uma CPI para investigar o governo do estado é, sim, um exagero. O holocausto infantil na MDER é lamentável, mas isso também é. Os deputados estaduais piauienses, em sua maioria, jamais fariam uma investigação na qual poderiam ser implicados.

Parte considerável deles é cúmplice do governador nessa tragédia cotidiana. Todos silenciam sobre todos porque assim se vive melhor a vida por aqui. O Piauí é feliz no silêncio e na omissão. É feliz porque joga seus entulhos para debaixo do tapete.

E também por causa do Consórcio. Seus integrantes se reúnem para se proteger. Eles não querem saber que crime foi praticado pelo protegido. Querem apenas proteger porque certamente precisarão ser protegidos adiante.

Teresa Brito pode fazer uma carta para deputados federais, para a Organização Mundial de Saúde, para a Organização Mundial de Saúde. Pode fazer uma carta para a Rede Globo, para o Jornal Nacional, para o Sistema Brasileito de Televisão, para a TV Tecord. Ainda para a Folha de São Paulo, para O Globo, O Estado de São Paulo.

Eles se dizem defensores da criança e do adolescente. Pode mandar uma mensagem para comunicadores e youtubers influentes que se dizem defensores da criança. Estes, pelo menos, ganham muito dinheiro a partir das crianças. Poderiam ao menos se preocupar um pouco em protegê-las, em verdadeiramente defendê-las.

O mais influente deles é Felipe Neto. Politicamente é um zero à esquerda. Mas é um grande influenciador de crianças. Tem milhões de inscritos em seu canal. É um milionário a partir das crianças. Poderia ser instado a contribuir com esse debate, com essa possibilidade de CPI.

Estamos tentando apontar caminhos. É o objetivo dessa matéria. E questionar o silêncio da sociedade. Os próprios pais não veem a tragédia. Eles acham que é tudo obra do acaso ou então castigo de Deus. Que seus bebês foram arrebatados pela mão sombria da morte antes mesmo de nascerem porque assim foi determinado no livro do destino.

Mas não é nada disso. Teresa Brito sabe disso. Nós sabemos disso. Mas por enquanto ainda estamos em menor número. Temos falado sobre isso de maneira sofrida e sentida há vários. Desde 2011 para sermos mais específicos. E mesmo assim temos sido combatidos, repudiados. Tudo porque o silêncio e a omissão em torno dos atos infames de um certo governador precisam prevalecer.

Mas acreditamos que em algum momento esse enigma será rompido. Por que não se pode punir os crimes praticados pelo governador do Piauí? Por que ele tem que sair impune de todo o mal que realiza contra os piauienses? 

Não estamos sendo panfletários. Estamos sendo verdadeiros. Infelizmente, no Piauí, a verdade virou panfleto. Repudiável. (Toni Rodrigues)

Edição: Trpical Noticias

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aluga – se um local para Eventos, Tropical Paraíso.

  Aluga-se TROPICAL PARAÍSO, um local para Eventos: Casamentos, batizados, aniversários e outros, fica localizado a Rua Floriano Peixoto, 93...