sexta-feira, 2 de julho de 2021

Sesapi acusada de aplicar vacinas vencidas

 PolíticaPANDEMIA

Conforme denúncia do jornal Folha de São Paulo publicada nesta sexta-feira, dia 2 de julho, 252 doses vencidas da vacina AstraZeneca foram aplicadas no Piauí. A denúncia causou grande repercussão em todo estado. E levou a Secretaria Estadual de Saúde a divulgar uma nota desmentindo informação a Fundação Municipal de Saúde de Teresina também desmente que tem aplicado vacinas vencidas contra Covid-19.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) e a Fundação Municipal de Saúde, “o Piauí e Teresina não aplicaram vacinas vencidas contra a covid-19.”

A Folha de São Paulo publicou matéria informando que 252 doses vencidas da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca foram aplicadas no Estado. Os dados foram obtidos em registros oficiais do Ministério da Saúde [DataSUS e Sage] a partir do número do lote das vacinas.

Veja nota da Sesapi:

A Secretaria de Estado da Saúde informa que todos os lotes de vacinas enviados pelo Ministério da Saúde ao estado do Piauí estão dentro do prazo de validade. As caixas contêm nota técnica com informações sobre a data de validade dos imunizantes encaminhados, assim como em todos os frascos constam os prazos de vencimento.

A Sesapi esclarece ainda que antes da distribuição para as Regionais de Saúde, a Coordenação de Imunização verifica além do prazo de validade, a temperatura de acondicionamento dos imunizantes, que vêm sendo aplicados dentro do prazo de validade apresentados em documentos oficiais do Ministério da Saúde.

Confira nota da FMS:

A Fundação Municipal de Saúde informa que em Teresina nenhuma dose de vacina foi aplicada com prazo de validade vencida.A FMS confere o prazo de validade de todos os imunizante recebidos e realiza a aplicação conforme as orientações do fabricante. Em todos os frascos dos imunizantes constam os prazos de vencimento da vacina. (TR)

 Toni Rodrigues


Por: Redação Fonte: TRNOTICIA 
Edição: Tropical Noticias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cristiano Brito nasceu para ser médico

                                                                      Dr. Cristiano Brito Melo Em nossa cidade Cocal é tão difícil entender ...