terça-feira, 3 de janeiro de 2023

Menino de 10 anos acerta números da Mega da Virada, mas mãe não faz o jogo

 

Uma família de Cajazeiras, no interior da Paraíba, quase se tornou milionária depois que um menino, de apenas 10 anos, preencheu um bilhete da Mega da Virada com as seis dezenas sorteadas. O palpite, entretanto, não valeu, pois a mãe dele não fez a aposta.

Em entrevista à TV Diário do Sertão, Linda Inês, mãe do sortudo Pedro Henrique, revelou ter sonhado com a vitória na Mega, mas, como o vislumbre não mostrou quais números escolher, ela resolveu fazer dois jogos. Na ida à lotérica, aproveitou para trazer outros bilhetes em branco para casa, pedindo que o filho os marcasse.

Em um primeiro momento, o menino não entendeu como funcionava a marcação, chegando a escolher números sequenciais. Inês, então, explicou que ele deveria variar os algarismos, o que fez Pedro Henrique marcar 04, 05, 10, 34, 58, 59 – os numerais sorteados.

Apesar do palpite certeiro, a aposta não foi feita: Linda Inês não voltou à lotérica e, quando tentou jogar pela internet, não conseguiu.

Logo que o resultado saiu, a mãe percebeu que o filho havia marcado as seis dezenas sorteadas, além de acertar uma quadra em outro jogo.

“Perdemos a noite, porque eu nunca imaginei que uma criança de dez anos ia ficar milionária. [...] Veio o aviso, eu tive um sonho, ele me entregou o papel… A pessoa se sente culpada. Mas foi a vontade de Deus, né?”, lamentou, à TV, Inês.
 
 
QUEM FORAM OS GANHADORES?

Ao todo, cinco sortudos faturaram a “bolada”, acumulada em R$ 541.969.966,29. Os ganhadores, que acertaram todas as seis dezenas sorteadas, são dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul.

No estado paulista, os bilhetes premiados saíram das cidades de Santos e São José da Bela Vista. Em Minas, o vencedor é morador de Florestal, e, no Rio Grande do Sul, o sortudo vive no litoral norte do estado, na cidade de Arroio do Sal. O outro sortudo fez sua aposta através do Internet Banking da Caixa Econômica Federal.

O prêmio milionário terá que ser dividido entre os cinco, o que contabilizará R$ 108,3 milhões para cada um dos vencedores.
 
(Diário do Nordeste)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Rodrigo Pacheco é reeleito presidente do Senado Federal

  Em votação apertada, senador segura Rogério Marinho (PL-RN) e renova mandato na Presidência da Casa até 2024   O presidente do Senado, Rod...